Huminutinho: a diferença entre compositor  e intérprete quando alguém fala 'a música do fulano'
Especial

Huminutinho: a diferença entre compositor e intérprete quando alguém fala 'a música do fulano'

A música mais famosa de Whitney Houston não é de Whitney Houston. “I Will Always Love You” foi escrita em 1973, por Dolly Parton, e regravada pela cantora e atriz para a trilha sonora do filme “O Guarda-Costas”, em 1992. Assim como a relação entre Houston e Parton, a indústria da música é repleta de casos em que os compositores, aqueles que escrevem a letra ou a melodia da canção, não são necessariamente os intérpretes das músicas, ou seja, as vozes que, de fato, cantam.

Basta ler os créditos de suas faixas favoritas e perceber isso. No universo do pop e do sertanejo, especificamente no Brasil, há grupos e até empresas responsáveis apenas por criar candidatas a hit que serão gravadas no estúdio por artistas renomados.

No Huminutinho desta semana, André Vasco explica o que fazem compositores e intérpretes na hora de criar e produzir uma música. Quem é quem na sala de composição de uma faixa? Vem ver:

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest