Huminutinho: conheça a história do fado, gênero musical português que emociona o mundo
Especial

Huminutinho: conheça a história do fado, gênero musical português que emociona o mundo

Patrimônio cultural e imaterial da humanidade reconhecido pela Unesco, o fado é peça-chave da história musical lusitana. Apesar de divergentes teorias sobre o local de sua origem na Europa, foi em Lisboa, a partir do início do século XIX, que o gênero musical regido pela guitarra portuguesa começou a se tornar popular. Entoado pelas ruas e guetos de Portugal há quase duzentos anos, o fado — que vem de "fatum" ou "destino", em latim — é o tema da semana no Huminutinho, por André Vasco.

Seja fado corrido (mais alegre e dançante), seja fado vadio (com uma pegada mais amadora), seja fado menor (mais melancólico e saudosista), uma característica não muda entre os subgêneros do estilo que consagrou artistas como Mariza, cantora da música-inspiração do técnico Jorge Jesus, do Flamengo: o acompanhamento instrumental base. O fado sempre é conduzido por um violão e por uma guitarra portuguesa, que se complementam conforme a melodia avança.

Cantora Mariza acompanhada da guitarra portuguesa, típico instrumento musical do fado / Foto: Getty Images
Cantora Mariza acompanhada da guitarra portuguesa, típico instrumento musical do fado / Foto: Getty Images

Por conta de sua origem marginal, o fado foi rechaçado pelas elites da época até se tornar, pouco a pouco, mais complexo em relação a ritmo e à escrita. No início do século XX, o teatro de revista e as operetas contribuíram para a mudança de status do gênero musical que, a partir dos anos 1930 e 1940, também passou a ser projetado para o grande público no cinema e no rádio.

André Vasco conta mais detalhes sobre a origem do fado em Huminutinho:

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest