Ivete Sangalo brilha em seu 16º Rock in Rio e abraça novos: 'O que não falta é gente boa chegando nesta geração'
Rock in Rio 2019

Ivete Sangalo brilha em seu 16º Rock in Rio e abraça novos: 'O que não falta é gente boa chegando nesta geração'

Ivete Sangalo lembra que aos 13 anos, em 1985, traçou mil planos junto com uma amiga chamada Rogéria, para ir ao Rio de Janeiro e assistir aos shows da primeira edição do Rock in Rio. Seu pai, no entanto, vetou, disse "Ô, vai pro Rock in Rio nada, menina! Vai estudar! Vai ver o que é bom pra tosse..." Mas a história acabou final feliz — aliás, vários finais felizes. "De lá pra cá, aprendi muitas coisas, me tornei cantora profissional (porque com 13 anos eu já cantava, né?). O que não mudou em mim foi o sonho de estar no festival. E felizmente eu fui pro Rock in Rio como cantora, já são 16 ediçoes", contabilizou, orgulhosa, falando ao "Reverb", no camarim, ainda com a roupa do show deste domingo (29), na Cidade do Rock. Só no Rock in Rio Lisboa foram 9 participações, que se somam às Madri e Las Vegas... e Rio de Janeiro, claro.

Para fazer diferente desta vez, Ivete Sangalo começou o show tocando bateria, causando comoção instantânea. Sua performance com as baquetas rendeu elogios até de um dos mais respeitados feras do instrumento, Carter Beaumont, 60 anos, baterista da Dave Matthews Band, que fez questão de abraçá-la no camarim após o show. "Depois dessa, hein? Vou tocar sempre", brincou Ivete.

Carter Beaumont cumprimenta Ivete no camarim/ Foto: Pedro Só
Carter Beaumont cumprimenta Ivete no camarim/ Foto: Pedro Só

O roteiro do show teve outras surpresas. A de maior impacto, sem dúvida, foi o medley de funk carioca, incluindo os clássicos "Cerol Na Mão", do grupo Bonde Tigrão e "Adultério", de Mr. Catra e "Onda Diferente", hit de Ludmilla (gravado com Anitta e Snoop Dogg). "Eu não tenho palavras para descrever esse momento. Obrigada, meu Deus. Te amo, Ivete. Hit!", reagiu Ludmilla, depois da apresentação.

Ivete Sangalo, por sua vez, disse ao "Reverb" que, depois de gravar com Melim, Iza e MC Livinho, ainda espera dividir créditos e feat. com outros novos talentos. "Gravei com essa turma toda e tem muita gente bacana com quem gostaria de gravar. Liniker, Duda Beat — eu acho ela sensacional —, Ludmilla, que acho incrível também... O que não falta é gente bacana que está chegando nessa geração", rasgou. Uma bela declaração para abraçar o novo, com a grandeza de uma grande estrela, 'dona' do Rock in Rio.

Tags relacionadas:
Rock in Rio 2019MPBFestival

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest