John Fogerty celebra Woodstock com os dois filhos no palco em show na cidade do festival de 1969
Entretenimento

John Fogerty celebra Woodstock com os dois filhos no palco em show na cidade do festival de 1969

Nos 50 anos do festival de Woodstock, John Fogerty decidiu comemorar. Em 1969, ele ainda liderava o Creedence Clearwater Revival, primeira banda a confirmar presença no evento histórico. Cinco décadas depois, o artista sai em turnê batizada "My 50-Year Trip" (Minha viagem dos 50 anos, em tradução livre),— com dois de seus filhos, Tyler e Shane, a tiracolo na banda — , e faz show na cidade de Bethel, onde aconteceu o festival, no mesmo data de seu encerramento, 50 anos.

A ideia da série de apresentações é celebrar uma época que marcou a história da música e não apenas reproduzir o repertório da carreira de John. Faixas como "My Generation", do The Who, "Give Peace a Chance", de John Lennon, e "Dance to the Music", de Sly & the Family Stone também integram a setlist.

Em família: Tyler Fogerty, John Fogerty e Shane Fogerty / Foto: Getty Images
Em família: Tyler Fogerty, John Fogerty e Shane Fogerty / Foto: Getty Images

"Eu estou me divertindo muito, especialmente por tocar com meus filhos. A vida é boa", disse o astro, em entrevista ao "Boston Globe".

Aliás, o mistério sobre como foi o set da banda em Woodstock finalmente foi revelado. O grupo nunca autorizou que as imagens e som da apresentação fossem divulgados. Apenas quatro faixas haviam sido lançadas, há 25 anos, por ocasião do lançamento de uma caixaj comemorativa de 25 anos do festival: "Commotion", "Green River", "Ninety Nine and a Half (Won't Do)" e "I Put a Spell on You". O resto da lista estava fora do alcance dos fãs, por influência do próprio John Fogerty, insatisfeito com a atuação do grupo . Até agora: o álbum "Live at Woodstock", com o setlist completo, está disponível nas plataformas de streaming.

O grupo deveria ter se apresentado no segundo dia do festival, 16 de agosto daquele ano, mas um atraso no show do Grateful Dead fez com que o Creedence só subisse ao palco depois da meia noite, já na madrugada do dia 17. Ao longo dos anos, John chegou a brincar por várias vezes ao dizer que a banda de Jerry Garcia havia colocado a plateia para dormir.

A verdade é que sempre se achou que o grupo teria odiado a performance, feita para um público já exausto. Foram onze músicas em pouco mais de uma hora, petardos certeiros de um grupo que estava no auge criativo: havia acabado de lançar seu terceiro álbum, "Green River", em pouco mais de dois anos.

John Fogerty durante o show do Creedence Clearwater Revival em Woodstock, em 1969 / Foto: Getty Images
John Fogerty durante o show do Creedence Clearwater Revival em Woodstock, em 1969 / Foto: Getty Images

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest