Justin Bieber lembra depressão e tempos de 'bad boy': 'Cheguei ao ponto de não querer viver mais'
Inspiração

Justin Bieber lembra depressão e tempos de 'bad boy': 'Cheguei ao ponto de não querer viver mais'

Aos 25 anos, Justin Bieber tenta afastar a fama de bad boy do currículo. Agora, casado com a modelo Hailey Baldwin, de 22 anos, e atrelado à fé evangélica, o músico canadense quer mostrar que não é mais o jovem delinquente, deprimido e drogado do passado, que conquistou fama internacional precocemente. Em uma publicação do Instagram, em apoio à hashtag #SetembroAmarelo, ele revelou que está mais sereno do que nunca, e não quer voltar a ser uma das pessoas "mais detestadas do mundo". "Cheguei ao ponto de não querer mais viver", escreveu Justin.

"Era um menino de 13 anos vindo de uma cidade pequena e, do nada, fui abraçado pelo mundo por pessoas dizendo que me amavam e que eu era incrível... Escutei essas coisas quando era jovem demais e acabei acreditando nisso tudo", avaliou o artista.

Aos 13 anos, Justin foi descoberto pelo empresário Scooter Braun, o mesmo que gerencia a carreira de Ariana Grande. "Todos fizeram tudo por mim e eu nunca precisei aprender a ser responsável", disse ele.

Em 2013, aos 19 anos, Justin tentou levar seu macaco de estimação para a Alemanha. O animal foi apreendido na alfândega de Munique e colocado em quarentena. Em vez de voltar para retirar o bicho, o músico deixou o pet para trás, e ele precisou ser transferido para um zoológico local.

No Rio de Janeiro, em novembro de 2013, foi fotografado ao sair da Termas Centaurus, sauna frequentada por garotas de programa — e pateticamente tentando se esconder debaixo de um lençol. Na sequência, teve divulgadas imagens dormindo no quarto do hotel, feitas por uma suposta modelo. Também foi autuado e multado por pichar o muro doantigo Hotel Nacional, em São Conrado.

Em 2018, vizinhos de Justin no bairro Calabasas, na Califórnia, o acusaram de acelerar pelas ruas com sua Ferrari, o que ele negou na época. Outras atitudes "rebeldes" como urinar num balde de um restaurante enquanto gritava "Foda-se Bill Cilton" estão em seu extenso currículo de "infantilidades".

Justin Bieber ao lado da mulher, a modelo Hailey Baldwin, de 22 anos/Getty Images
Justin Bieber ao lado da mulher, a modelo Hailey Baldwin, de 22 anos/Getty Images

"Sei que abusei de drogas pesadas e fui abusivo em todos os meus relacionamentos amorosos", declarou Justin. "Fui uma pessoa ressentida, desrespeitosa e ruim com as mulheres. Me distanciei de todos que eu amava e me escondi atrás da pessoa ruim que me tornei."

Passada essa má fase, o artista acredita que o apoio de seus amigos, a fé cristã e seu casamento foram fundamentais para que se recuperasse. "Meu relacionamento me ensinou sobre paciência, confiança, compromisso, bondade e humildade. Todas essas coisas que te fazem um bom homem", considerou.

Desde 2017, Justin está em um hiato artístico. Ele cancelou 14 datas de sua turnê mundial e justificou dizendo que precisava que sua "mente, coração e alma fossem sustentáveis". Recentemente, ele cantou com Ed Sheeran no single "I Don't Care" e fez um remix de "Bad Guy" com Billie Eilish.

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest