Kacey Musgraves: 6 vezes em que a cantora apoiou a causa LGBTI
Inspiração

Kacey Musgraves: 6 vezes em que a cantora apoiou a causa LGBTI

Publicidade

É bem provável que os amantes de música country tenham esbarrado em algum momento com o trabalho de Kacey Musgraves, vencedora da categoria álbum do ano na 61ª edição do Grammy, pelo disco "Golden Hour". Caso você esteja naquela parcela da população que se perguntou quem é essa mulher que tirou o prêmio de nomes como Drake, Janelle Monáe e a trilha do filme "Pantera Negra", fica aqui com a gente. Além de supertalentosa e dona de uma belíssima voz, a cantora também é engajada nas causas LGBTI

LEIA MAIS: Shania Twain está cansada da falta de diversidade na música country: 'É entediante'

VEJA TAMBÉM: Músicos transgênero e suas histórias de liberdade

Essa luta, aliás, se reflete nas letras de suas canções, bem como na ligação afetiva que mantém com seus fãs. Abaixo, selecionamos seis vezes na qual Kacey mostrou todo seu apoio à comunidade.

O disco vencedor do Grammy traz a faixa Rainbow'

"Rainbow", palavra em inglês que significa arco-íris, é um verdadeiro hino LGBTI. Fala sobre a opressão diária pela qual as pessoas queer são submetidas — portanto, rolam uns gatilhos de bad vibes. Mas também trata-se de uma letra sobre esperança. Sabe aquela velha história de que no fim do túnel sempre haverá luz? É bem por aí. O clipe da canção faz com que ela fique ainda mais emocionante, pois Kacey ajuda um jovem no seu processo de "sair do armário".

Kacey é fã de Trixie Mattel, de 'RuPaul's Drag Race'

Tá achando que drag queen é bagunça? Pois não é. Elas são mundialmente reconhecidas pelos looks escandalosamente perfeitos e pelos lip syncs matadores. Muitas artistas também se dedicam à carreira humorística ou musical, como é o caso de Trixie Mattel, vencedora da terceira temporada de "RuPaul's Drag Race: All Stars" — uma versão do programa dedicada apenas à ex-participantes. Trixie canta música country, toca vários instrumentos, é mega engraçada e chama atenção a uma distância considerável por sua maquiagem extravagante. Assim, ela se tornou uma das queridinhas de Kacey, que demonstrou interesse em colaborar com a drag em trabalhos futuros.

Gays e lésbicas na composição

Se você é um aliado da causa, é importante que trabalhe ao lado de quem faz parte dela. É assim que Kacey pensa e, de fato, cumpre. Em seu dois primeiros discos solo, "Same Trailer, Different Park" (2013) e "Pageant Material" (2015), ela colaborou com o cantor e compositor Shane McAnally, que é gay, casado, pai de dois filhos. Ele também participou do processo criativo de duas faixas de "Golden Hour" (2018): "Rainbow" e "Space Cowboy". Já em "Follow Your Arrow", do primeiro disco da cantora, ela se juntou para escrever a letra com a cantora Brandy Clark, assumidamente lésbica.

Ela não tem vergonha de dizer que era intolerante no passado

Muitos artistas se valem do famoso pink money — como é chamado o potencial de consumo da comunidade LGBTI —, mas quando precisam se posicionar sobre algum caso, preferem se manter neutros. Não é o que acontece com Kacey. Ela costuma ser bastante aberta quando algum assunto está pipocando na mídia e não tem vergonha de assumir seu passado intolerante e preconceituoso. Em uma carta escrita à "Billboard", a cantora explica que tinha uma visão equivocada sobre a homossexualidade, e apenas veio a compreendê-la melhor quando um amigo decidiu se assumir. 

Kacey está cansada da falta de representatividade na música country

O machismo, a homofobia e o racismo estão por aí, basicamente presentes em todos os estilos musicais. Não é de se espantar que esses preconceitos também estivessem imbuídos na música country, certo? Um bom exemplo disso é quando, em um evento em Nova York, Kacey foi perguntada sobre o que achava de ser um ícone gay da música country. Após se dizer lisonjeada pelo título, ela explicou que a falta de diversidade no gênero é uma das coisas que mais lhe irritam. 

'Follow Your Arrow' é o primeiro hino LGBTI de sua carreira

Como explicado acima, essa canção foi escrita junto da cantora country Brandy Clark, que é assumidamente lésbica. A letra fala sobre ser livre, independentemente da opinião dos outros. Kacey canta sem o menor problema: "Make lots of noise/Kiss lots of boys/Or kiss lots of girls". Ou seja, se joga, bota a cara no sol e vai ser feliz mesmo!

Publicidade

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest