Kurt Cobain: 20 momentos em que ele foi maravilhoso
Entretenimento

Kurt Cobain: 20 momentos em que ele foi maravilhoso

Em uma singela homenagem a Kurt Cobain, o site da tradicional revista inglesa de rock pesado "Kerrang" vasculhou os arquivos e separou 20 melhores momentos do cantor.

O líder do Nirvana completaria neste 20 de fevereiro 53 anos. Para celebrar sua curta porém intensa vida, uma lista com momentos curiosos e marcantes, incluindo sua passagem pelo Hollywood Rock, no Rio, em 1993.

1. Faxineiro e empreendedor

Por um breve período, Cobain esteve na Aberdeen High School, onde, mais tarde, trabalhou como servente (faxineiro), onde ganhou o suficiente para alugar um apartamento na 404 N. Michigan Street. "Basicamente, ele limpou banheiros — foi assim que ele pagou a nossa demo", lembra o baixista Krist Novoselic. O dançarino faxineiro do vídeo "Smells Like Teen Spirit" é uma referência ao seu antigo emprego.

Foto de Kurt Cobain quando foi preso em 1986. Foto: Getty Images
Foto de Kurt Cobain quando foi preso em 1986. Foto: Getty Images

2. Gerente de turnê engraçadinho

Durante os primeiros dias da banda, Kurt escreveu uma série de regras estritas para serem seguidas durante as viagens das turnês. "A cada 400 milhas, haverá uma inspeção na limpeza das van", escreveu ele, acrescentando, espirituoso, que não haveria uso de nenhum serviço de gás além da Exxon.

Kurt Cobain, Chad Channing e Krist Novoselic, na primeira formação do Nirvana, em 1989. Foto: Getty Images
Kurt Cobain, Chad Channing e Krist Novoselic, na primeira formação do Nirvana, em 1989. Foto: Getty Images

3. Alô, mamãe!

A primeira vez que Kurt se viu na TV, no programa alternativo "120 Minutes" da MTV, ele ligou para a mãe Wendy do seu quarto de hotel e disse: "Sou eu!".

4. De pijamas no casamento

Após dois shows esgotados em Honolulu, Cobain e Courtney Love se casaram na praia de Waikiki, em 24 de fevereiro de 1992. Courtney, que estava grávida da filha do casal, Frances Bean, usava um vestido da atriz Frances Farmer. O noivo, “preguiçoso demais para usar um smoking”, usava pijama xadrez verde e uma bolsa guatemalteca pendurada no ombro.

Kurt Cobain e Courtney Love em Los Angeles, em 1992. Foto: Getty Images
Kurt Cobain e Courtney Love em Los Angeles, em 1992. Foto: Getty Images

5. Daddy cool

Em 1992, Cobain levou sua filha Frances para um set da MTV e, enquanto dava uma entrevista, a alimentava e ninava. Enquanto deixava a maior parte das respostas com Krist e Dave, fez questão de contar uma história sobre seu encontro com Axl Rose no MTV Awards em 1992. "Ele me disse para manter minha mulher na linha", relatando um momento tenso entre os dois depois que Love, de brincadeira, pediu ao vocalista do Guns N 'Roses que fosse o padrinho da filha. "Ele ameaçou me bater e eu ri, porque não me via numa situação assim desde que estava na sexta série."

6. Expulso da própria festa

Kurt foi expulso de uma festa de lançamento do álbum "Nevermind" em Seattle. No livro de Charles R. Cross, "Heavier Than Heaven", o jornalista conta que uma briga começou e um segurança agarrou os infratores e os expulsou, sem saber que se tratava dos três homenageados. “'Estávamos rindo, dizendo 'Oh, meu Deus, acabamos de ser expulsos de nossa própria festa de lançamento'", lembra Novoselic.

Nirvana em 1992. Foto: Getty Images
Nirvana em 1992. Foto: Getty Images

7. Vandalismo no programa de Jonathan Ross

O Nirvana foi contratado para tocar "Lithium" no "The Jonathan Ross Show", em 1991, mas acabou tocando uma versão caótica de "Territorial Pissings" e ainda quebrou vários equipamentos. O apresentador brincou no final, dizendo que a banda estava disponível para se apresentar em festas de crianças e bar mitzvahs.

8. De vestido no Baile dos Metaleiros

Um mês após o lançamento de "Nevermind", Kurt Cobain e Novoselic foram ao principal programa de metal da MTV, apresentado por Riki Rachtman. "Era o 'Headbangers Ball', então pensei em usar um vestido", disse Cobain sobre seu longo amarelo. Mas hoje em dia o que mais choca no episódio nem é o figurino exagerado e sim o fato de fumar diante das câmeras e, aparentemente, ter tirado algumas sonecas atrás de seus óculos escuros.

9. Zoação 'top'

O show de Jonathan Ross não foi o único programa do Reino Unido no qual a banda se recusou a seguir a linha. Eles foram ao "Top Of The Pops" divulgar "Smells Like Teen Spirit" e Kurt, que se recusava a fazer playback, começou a cantar de forma estranha e monótona, enquanto os companheiros da banda brincavam ao fundo. Mais tarde, ainda disse que estava tentando cantar como Morrissey. E mais: ninguém na BBC percebeu que ele alterou os versos iniciais para "load up on drugs, kill your friends".

10. 'A melhor foda do mundo'

Antes de apresentar "Smells Like Teen Spirit" no programa "The Word", do canal 4 — sua primeira apresentação na TV britânica —Kurt anunciou à plateia: “Gostaria que todos vocês neste lugar soubessem que Courtney Love, a vocalista do sensacional grupo pop Hole, é a melhor foda do mundo”. Que romântico.

11. O beijo entre Kurt, Krist e Dave Grohl

Em 11 de janeiro de 1992, "Nevermind" tinha acabado de tirar "Dangerous", de Michael Jackson, do topo das paradas, e a banda foi convidada a se apresentar no "Saturday Night Live". Durante os créditos finais, Novoselic começou a beijar Grohl e Cobain na boca. Cobain disse que era para irritar "os caipiras e homofóbicos". No livro "Heavier Than Heaven", a versão é a de que Krist Novoselic fez isso para animar seu amigo. “Eu andei até Kurt, o agarrei e enfiei minha língua na boca dele, beijando-o. Eu só queria fazê-lo se sentir melhor. O programa cortou o momento "amoroso" de todas as reprises.

12. Sustinho nos executivos da MTV

No MTV Video Music Awards de 1992, o Nirvana foi ameaçado de ser expulso da grade por sua relutância em tocar "Smells Like Teen Spirit". Poderiam nunca mais aparecer na emissora se eles ousassem tocar "Rape Me" no lugar. Um acordo foi fechado para tocarem "Lithium". Na hora da apresentação, Cobain tocou os primeiros acordes de "Rape Me", fez uma pausa para então começar a música combinada. "Apenas para dar à MTV um pouco de palpitação no coração", brincou depois.

13. Cuspida no piano errado (de Elton John)

O confronto com o vocalista do Guns N 'Roses nos VMAs continuou após a apresentação de "Lithium". Percebendo que um piano estava montado embaixo do palco, Cobain aproveitou a oportunidade para se vingar. "Estávamos naquela plataforma hidráulica que nos leva para o palco, sabe? Eu vi esse piano lá, e aproveitei a oportunidade: cuspi em todos as teclas. Era issso ou partir para a briga", disse ele a Jon Savage em 1993. Mais tarde, ele reagiu com horror ao saber que o piano pertencia a Elton John.

14. Teatrinho de cadeira de rodas

Em 30 de agosto de 1992, o Nirvana foi o headliner do Reading Festival, na Inglaterra. Depois de especulações a respeito de ele estar "indisposto", Kurt chegou empurrado em uma cadeira de rodas, com uma camisola de hospital e peruca loira. Ele se levantou, pegou o microfone, arriscou umas notas de "The Rose", de Bette Midler, e desmaiou. Dave Grohl ainda reforçou a encenação, dizendo "é muito doloroso". Depois da grande piada, a banda tocou um set lendário no que seria sua última aparição no Reino Unido. "Kurt estava entrando e saindo da reabilitação, a situação começava a ficar tensa. Kurt morava em Los Angeles, Krist e eu estávamos em Seattle. As pessoas nem tinham certeza se iríamos aparecer", disse Grohl ao "The Scotsman".

15. Ternos suck

O Nirvana estava programado para ser a capa de uma edição da "Rolling Stone" em 1992. A história é que o trio usaria ternos Brooks Brothers na sessão de fotos. O vocalista não estava usando nada disso e, pior, vestia uma camiseta na qual tinha rabiscado "Corporate Magazines Still Suck" (algo como "revistas de grandes empresas continuam sendo uma merda", comentando ironicamente a própria presença ali). “Kurt era muito resistente. Ele não queria ser divulgado, não queria nada além de ser fiel aos fãs e à música", lembra o fotógrafo Mark Seliger.

Capa da Rolling Stone. Foto: Reprodução
Capa da Rolling Stone. Foto: Reprodução

16. Obscenidades no Hollywood Rock

Antes de tocar no Rio, o trio tinha feito um show bizarro em São Paulo: uma apresentação curta e com várias covers. Na Praça da Apoteose, a história foi outra. Repassaram todos os sucessos e chegaram a apresentar músicas do então ainda inédito álbum "In Utero". A certa altura, Kurt cuspiu nas câmeras que faziam a transmissão do show e fez gestos obscenos em close!

17. Eddie eviscerado

Quando não fazia colagens com partes da anatomia humana e de bebês, Cobain gostava de desenhar e rabiscar. Tinha talento. Um desses esboços, apresentado no livro "Journals" (uma coletânea de desenhos, letras e pensamentos) é do mascote Eddie, o Iron Maiden. No desenho, o morto-vivo abre o mundo para expor um coração e intestinos.

O desenho de Cobain do mascote do Iron Maiden. Foto: Reprodução
O desenho de Cobain do mascote do Iron Maiden. Foto: Reprodução

18. Listinha de boas coisas

Cobain tinha um gosto impecável para música. Em seus diários pessoais, ele fazia anotações de seus álbuns e bandas favoritos. No "Journals", há uma lista manuscrita de seus principais álbuns, que inclui "Raw Power", dos Stooges, "Surfer Rosa", dos Pixies, "My War ", da Black Flag, e o homônimo do Scratch Acid.

19. O casaquinho de vovó virou tendência

Não é preciso dizer que a performance do MTV Unplugged, foi filmada em Nova York em 18 de novembro de 1993, é lendária. O repertório de 14 músicas teve belose despojados arranjos belos, como em "About A Girl", "Come As You Are", "Polly" e ainda "The man Who Sold The World", de David Bowie. Dividindo as atenções da noite, o que também fez sucesso foi o cardigã fofinho e encardido de Kurt, que fez os adolescentes correrem para os guarda-roupas das avós para conseguir algo parecido.

20. Seis mandamentos adicionais

Alem das listas de álbuns essenciais, letras, esboços e tirinhas, "Journals" também traz, na página 104, uma, digamos, adaptação compacta dos Mandamentos: "Não estupre, não tenha preconceito, não seja sexista, ame seus filhos, ame seu próximo e ame a si mesmo. Não deixe suas opiniões obstruírem a lista citada".

Kurt Cobain em 1993. Foto: Getty Images
Kurt Cobain em 1993. Foto: Getty Images
Tags relacionadas:
EntretenimentoNirvanaLista

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest