Lola Lennox: quem é a filha de Annie Lennox que brilhou no 'One World: Together At Home'
Entretenimento

Lola Lennox: quem é a filha de Annie Lennox que brilhou no 'One World: Together At Home'

Lola Lennox lançou "In The Wild", seu primeiro single, em fevereiro de 2020. A faixa teve uma boa repercussão, resultado também da atenção que ela teve ao participar da trilha da série documental de sucesso "Serengeti". Mas nada se compara à repercussão de seu dueto ao lado da mãe Annie Lennox em “There Must Be An Angel (Playing With My Heart)”. Quem assistiu ao encontro que aconteceu no "One World: Together At Home", transmitido no domingo (19/4), ficou impressionado com a voz e a beleza da cantora. Agora, Lola é conhecida em todo o mundo.

Filha de Annie Lennox, vocalista do Eurythmics, e do produtor musical israelense Uri Fruchtmann, Lola tem 30 anos e, além de cantora, é compositora e modelo. Como a maioria dos filhos de famosos, tenta sair da sombra deles: "Eu amo soul e jazz. Minhas grandes influências são Etta James e Dusty Springfield. O que tento fazer é combinar isso com a sonoridade pop. Eu nem tenho músicas da minha mãe em minhas listas do Spotify", garantiu ela em uma entrevista à "Billboard".

Mas a ligação com a mãe famosa é indiscutível, principalmente depois do lindo dueto que fizeram no festival online "One World: Together At Home". Com Annie ao piano, dividindo os vocais com Lola, mostraram uma sintonia incrível no hit “There Must Be An Angel (Playing With My Heart)”. "Wow! Que incrível ter feito parte de um momento desses. Por favor, colaboram com a Global Citizen e a Organização Mundial de Saúde. Eu amei ter cantado como minha mamãe", escreveu em seu Instagram.

Seu primeiro single "In The Wild" foi lançado em fevereiro nas plataformas digitais e veio acompanhado por um videoclipe dirigido por Natalie Johns, que já trabalhou com Annie e nomes como Sam Smith, John Legend e Childish Gambino. "Música é algo com que me sinto poderosa e vulnerável ao mesmo tempo. Com essa canção, começo oficialmente a dividir minha história e minha visão através da música. Sinto como se a semente estivesse brotando da terra e se tornando uma flor — e eu estou pronta para um jardim inteiro!", disse ela na época do lançamento.

A faixa, que foi muito bem recebida, veio na esteira do sucesso que Lola teve ao participar da série documental "Serengeti", que foi exibida no Brasil no Discovery Channel. Lola escreveu e gravou várias músicas e fez a voz de monólogos de alguns animais para a produção que mostra a biodiversidade do Parque Nacional do Serengeti, região central da África. No lançamento em Los Angeles, ela cantou acompanhada pela Hollywood Symphony Orchestra.

Lola Lennox canta com a Hollywood Symphony Orchestra na première do documentário "Serengeti" em 2019. Foto: Getty Images
Lola Lennox canta com a Hollywood Symphony Orchestra na première do documentário "Serengeti" em 2019. Foto: Getty Images

A artista, que começou a compor e cantar desde criança, lançou, há dois dias, o segundo single intitulado "Pale". "É uma letra escrita numa época da minha vida em que perdi alguém muito amado. Processar aquela dor teve um impacto profundo em mim e 'Pale' capta esse sentimento do luto. Espero que essa música dialogue com pessoas que estão passando por perdas durante esses tempos incertos; pessoas que perderam um ente querido, um emprego ou estão em casa sozinhas. Quero que ela leve um pouco de luz e conforto a todos que a ouvirem", escreveu Lola.

A cantora já tem outras faixas prontas para serem lançadas, como "LalaLove Me" e "Back at Wrong", segundo ela, mais otimistas.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest