Madness lança livro sobre os 40 anos de banda e revela 'plágio' de David Bowie
Entretenimento

Madness lança livro sobre os 40 anos de banda e revela 'plágio' de David Bowie

Em 10 de outubro, a banda inglesa Madness lançou sua autobiografia, "Before We Was We", ainda sem tradução para o português. Em entrevista para promover o livro (que também está disponível em audiobook, narrado pelos próprios integrantes), o grupo de ska e pop revelou que teve desavenças com David Bowie (1947-2016) no passado. Isso se deu porque, segundo o famosos produtor Clive Langer (ligado ao Madnesse e também a Elvis Costello), o autor de "Heroes" teria "plagiado" a levada da bateria da faixa "My Girl". Ela foi parar em um dos sucessos de Bowie, "Ashes to Ashes". Ouça as duas músicas abaixo e compare.

O baterista da banda, Woody Woodgate, disse ao jornal "Metro" que ficou "puto" ao descobrir o suposto plágio. "Mas não colocamos a culpa inteiramente em Bowie", declarou. Em uma passagem do livro, ele deu mais detalhes sobre o causo: "Anos depois (do lançamento de 'My Girl'), Clive Langer e Alan Winstanley produziram a faixa 'Absolute Beginners' para David Bowie. Clive então me contou sobre o caso de 'Ashes to Ashes'. O próprio Bowie admitiu tudo para ele."

Woody também explicou que Bowie ficou encantado com a bateria em "My Girl", e estava buscando um profissional que conseguisse passar a mesma vibe em uma de suas músicas. Como ele não encontrou um baterista que "prestasse", o jeito foi copiar. "Nenhum baterista americano conseguia alcançar essa levada", disse Woody, reproduzindo a fala de Clive. "Quando descobri essa história toda, fiquei com o ego lá em cima. Depois fiquei puto. Era só David Bowie ter falado comigo, sabe?"

Bem ao estilo de humor leve do Madness, o pianista Mike Barson aliviou: "Ainda bem que ninguém sabe tudo que eu peguei do David Bowie".

O livro traz essas e outras tiradas do grupo, prometendo contar "tudo que eles conseguiram lembrar", desde os tempos em que roubavam discos e roupas juntos, como jovens amigos. Um dos segredos da união entre os integrantes, porém, foi revelado fora do livro: o Madness divide os lucros de maneira bastante justa. Os autores das músicas ganham metade dos royalties, e são obrigados a dividir a outra metade com os outros integrantes. Ou seja, quem compõe ganha mais. Mas ninguém fica sem ganhar.

Capa de 'Before We Was We', do Madness/Divulgação
Capa de 'Before We Was We', do Madness/Divulgação

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest