Mallrat, 20 anos, canta para adolescentes 'esquecidos' da geração Z
Entretenimento

Mallrat, 20 anos, canta para adolescentes 'esquecidos' da geração Z

"Você deveria escrever como se seus pais estivessem mortos. Ou você estivesse morta. Ou todos estivessem mortos", disse certa vez, a jovem escritora americana de science fiction Alice Sola Kim. O conselho pode soar estranho, mas é direcionado a artistas, para que trabalhem livres de responsabilidades ou preocupações para soltar amarras criativas e inibições. Mallrat, de 20 anos, seguiu à risca essa sugestão.

"É quase impossível criar algo e pensar no que os outros vão achar. Além de ser algo muito perigoso", diz a jovem australiana, cujo nome de batismo é Grace Shaw e que vem sendo apontada como uma das vozes de sua geração, a dos pós-millennials, ou Z.

Nascida na cidade de Brisbane em 25 de setembro de 1998, Mallrat apareceu na cena musical em 2016, quando lançou o EP "Uninvited", com 6 faixas. De três anos para cá, ela tem investido lentamente em sua carreira, lançando um single aqui, outro acolá. Mas nem tem precisado fazer muito esforço, porque mesmo sem muita divulgação ou um álbum cheio na pista, a jovem conseguiu alcançar duas vezes boas colocações no ranking Hottest 100, da rádio australiana "Triple J".

Grace Shaw, aka Mallrat, uma revelação da música de apenas 20 anos/Reprodução/Instagram
Grace Shaw, aka Mallrat, uma revelação da música de apenas 20 anos/Reprodução/Instagram

Neste ano, mais precisamente em 6 de setembro, Mallrat se prepara para lançar outro trabalho, o EP "Driving Music", cujo primeiro single, "Charlie", já tem obtido bons números — mais de 84 mil de views no YouTube desde 6 de agosto.

Além-mar, a cantora chamou atenção do jornal britânico "Guardian". Ao veículo, ela concedeu uma entrevista na qual revelou quem é o tal Charlie que batiza o nome do novo single. "É o labrador da família", esclareceu.

"Todas minhas músicas são sobre sentimentos. São canções de tudo ou nada", descreveu Mallrat. Talvez, por isso, ela represente tão bem seus iguais, das mais diferentes nacionalidades, ávidos por novos estímulos, informações e, quando não satisfeitos, se entregam totalmente a uma espécie de monotonia, da qual a cantora fala nas faixas "Uninvited" e "Tokyo Drift", gravadas em 2016, quando tinha 17 anos.

Quer mais motivos para gravar o nome dessa garota em seu radar de relevações da música? Ela foi sugerida pelo DJ Zane Lowe como a próxima celebridade do momento e está em contato com o megaprodutor Mark Ronson, que já trabalhou com praticamente todas as divas pop do momento. Mallrat, 20 anos. Seria ela a nova Lorde? Mais provável que seja Mallrat, uma cantora com personalidade e luz próprias.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest