Massive Attack revive seu disco clássico pré-internet para 'se libertar do passado'
Entretenimento

Massive Attack revive seu disco clássico pré-internet para 'se libertar do passado'

"Mezzanine", terceiro álbum de estúdio do Massive Attack, foi um trabalho à frente de seu tempo — e acaba de ganhar versão deluxe, disponível no Spotify, incluindo versões dub feitas por Mad Professor, que tinham virado lenda. Lançado em 1998, quando a internet ainda engatinhava, o disco foi disponibilizado, na íntegra e de forma gratuita, no site oficial da banda através do RealPlayer, um software de mídia destinado à execução de vídeos, músicas e outros. Hoje, essa prática é algo totalmente comum, mas naquela época a maioria das pessoas ainda não tinha acesso a computadores, e quando tinha, não era lá essas coisas. Não existiam smartphones, nem serviços de streaming. Ou seja, dureza.

"Não tínhamos a menor ideia do que estávamos fazendo", lembra Robert Del Naja, um dos fundadores do grupo, falando ao site "Dazed". "Não imaginávamos que no futuro o streaming iria mudar tudo. Lembro da primeira vez que acessei a internet, no estúdio de Peter Gabriel no início dos anos 1990. Sabia que aquilo iria transformar nossa realidade, mas não entendia muito bem como."

Para marcar os 20 anos do lançamento do disco, que em 2019 completa mais um ano de "vida", os artistas do Massive Attack participaram da exposição "AI: More Than Human", no Barbican Centre, em Londres. Especialmente para a mostra, as faixas de "Mezzanine" foram codificadas em filamentos de DNA sintéticos e colocados dentro de uma lata de spray, fazendo uma referência ao passado de Robert, que era grafiteiro.

Outra obra sobre "Mezzanine" foi criada, mas nessa eles realmente utilizaram inteligência artificial no projeto. Todo o disco foi colocado numa rede neural — uma espécie de cérebro artificial — capaz de interpretar movimentos humanos e, a partir deles, modificar as composições do originais do álbum.

Relançamento do disco, exibição em mostra de arte e tecnologia... O Massive Attack também comemora as duas décadas de "Mezzanine" com uma turnê especial pelo Reino Unidos e EUA. Os shows especialmente os realizados nos EUA, estão sendo acompanhados de um telão de LED com vídeos em deep fake — códigos abertos capazes de auxiliar a manipulação de rostos em conteúdo audiovisual — dos governantes Donald Trump e Vladimir Putin.

"Essa apresentação foi pensada para contar a história de fantasmas do passado que voltaram a dar as caras. Por isso, ressuscitamos 'Mezzanine', sob a promessa de que podemos nos libertar de nosso passado e criar um futuro totalmente novo", explica Robert, que muitas pessoas desconfiam que seja o homem por trás da identidade secreta do artista de rua Banksy.

Robert Del Naja, ou 3D, é um músico inglês de 53 anos que toca no Massive Attack/Getty images
Robert Del Naja, ou 3D, é um músico inglês de 53 anos que toca no Massive Attack/Getty images

Também conhecido como 3D, Robert fez uma avaliação perspicaz sobre o boom das redes sociais e o tipo de divulgação que os artistas estão realizando através deles. "É algo totalmente vulgar, mas mais honesto", declarou ele. "Antes, se você pagasse por publicidade, podia se considerar um artista acabado. Agora, todos entendem que o artista é uma marca, que precisa atender às expectativas. Isso é bom por um lado, mas por outro é péssimo. Em festivais, por exemplo, você se preparava para dar um passo em direção ao desconhecido. Hoje, você já sabe tudo o que vai rolar. A experiência se transformou um cabaré industrializado."

Sempre atento ao futuro e às novas tecnologias, o fundador do Massive Attack, junto a Daddy G, revelou que tem se interessado por realidade híbrida — popularizada por aparelhos de realidade aumentada. "A partir disso eu consigo imaginar coisas incríveis, que podem dar muito certo. Estou preso no presente, onde ainda temos muitas limitações tecnológicas, mas acredito que no futuro todos vão querer usar óculos de realidade virtual ou lentes", prevê.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest