Lemmy Kilmister: 14 vezes em que o líder do Motörhead fez participações em filmes
Entretenimento

Lemmy Kilmister: 14 vezes em que o líder do Motörhead fez participações em filmes

Lemmy Kilmister se tornou personagem mítico do rock à frente da banda de heavy metal Motörhead. O que poucos sabem é que o cantor — que teve um dueto com a cantora country americana Lynda Kay lançado essa semana, "The Mask" — fez várias participações em filmes ao longo de sua carreira. Ao todo, o roqueiro apareceu em 14 longas.

Uma delas aconteceu na comédia de humor negro "Comendo os Ricos", de 1987. No longa de Peter Richardson, Lemmy interpretava Spider, um assassino que se parece exatamente com o vocalista do Motörhead. Além de atuar, Lemmy também escreveu seis músicas para a trilha sonora do filme, incluindo a faixa-título. Já em 1990, Lemmy se aventurou no longa de ficção científica "Hardware — O Destruidor do Futuro", do diretor Richard Stanley. O músico topou fazer uma ponta no papel de um taxista após Debbie Harry, do Blondie, desistir de última hora. Em troca de seu trabalho, Lemmy ganhou uma garrafa de Jack Daniels.

Lemmy Kilmister, o líder do Motorhead, em 1982/Getty Images
Lemmy Kilmister, o líder do Motorhead, em 1982/Getty Images

Em 1994, na comédia adolescente "Os Cabeças-de-Vento", estrelando o jovem Adam Sandler, Lemmy fez uma cameo como um integrante de uma "gangue" de metaleiros. É nesse filme que perguntam quem venceria uma quebra de braço, Lemmy ou Deus. A resposta é a seguinte: "Lemmy é Deus".

"O Vingador Tóxico 4" (2000), "Um Terror de Equipe" (1999) e "Tromeu e Julieta" (1997) são três filmes trash feitos pelo mesmo estúdio que Lemmy participou por pura diversão, já que não recebeu nenhum centavo por seu trabalho. Na verdade, ele foi pago com whiskey. Em "Tromeu e Julieta", o músico faz a narração do longa, enquanto em "Um Terror de Equipe" ele faz uma ponta como um repórter. Já em "O Vingador Tóxico 4", Lemmy interpreta ele mesmo.

"Frezno Smooth", de 1999, é um road movie extremamente violento. Além de Lemmy, que novamente interpreta ele mesmo, o filme também conta com Jason Acuña, ator sem noção da série de filmes "Jackass". Em 2001, Lemmy atua na comédia musical "Down and Out with the Dolls", do diretor Kurt Voss. Ele vive o inquilino Joe, que mora em um armário e compartilha alguns momentos de sabedoria com os jovens do elenco. No terror de 2005, "A Maldição de El Charro", Lemmy é creditado como padre.

No seriado de TV "Deadwood", exibido entre 2004 e 2006, o músico fez uma ponta, junto do Scott Ian, guitarrista do Anthrax. Eles podem ser vistos no vídeo abaixo.

"Return to Nuke’Em High – Vol. 1", de 2013, e "Return to Nuke 'Em High Volume 2", de 2017, são filmes da produtora Troma, com quem Lemmy fez os filmes trash na década de 1990 e começo dos anos 2000. Como já era amigo da galera de lá, o músico voltou a colaborar com eles nessa série de ação e aventura para lá de tosca. Para se ter uma noção, ele foi escalado para viver o presidente dos Estados Unidos.

"Sunset Society", de 2018, e "Charlie's Death Wish", de 2005, são dois filmes de terror estrelados por Lemmy. Infelizmente, entre a gravação dos dois, ele faleceu, em 28 de dezembro de 2015. Ainda assim, deu para o músico ser lembrado no segundo longa.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest