Música de Skrillex protege contra mosquitos? É o que a ciência descobriu em um novo estudo
Entretenimento

Música de Skrillex protege contra mosquitos? É o que a ciência descobriu em um novo estudo

0

Publicidade

Cientistas descobriram que as músicas de Skrillex podem proteger os seres humanos de picadas de mosquito. É isso mesmo, produção? Pois, sim. Mesmo parecendo pegadinha de 1º de abril, se trata de um artigo sério publicado na revista acadêmica "Acta Tropica". Em tradução livre, o título do trabalho é "A canção de EDM 'Scary Monsters and Nice Sprites' reduz o ataque e o acasalamento dos mosquitos Aedes aegypti, vetores da dengue". Seria, então, o fim do carro do fumacê que passa no verão? 

LEIA MAIS: Shaquille O' Neal e Diplo estão fazendo música juntos

VEJA TAMBÉM: Tabela periódica com os melhores DJs da história? Temos

De acordo com os autores do estudo, o som do ambiente e a forma como os animais o recebem são "cruciais para a reprodução, sobrevivência e manutenção da população". No caso dos insetos, eles se dão bem em locais com vibrações de baixa frequência. Já em lugares com ruídos, esses bichos são afetados, bem como suas percepções. 

Sabendo disso, os cientistas colocaram para tocar a faixa "Scary Monsters and Nice Sprites", do Skrillex, durante a pesquisa. Essa canção tem frequências extremamente altas e muito baixas.

Para acessar o artigo completo, clique aqui. Ele está disponível em inglês.

Cientistas descobriram que uma música de Skrillex podem proteger os seres humanos de picadas de mosquito. É isso mesmo, produção? Pois, sim. Mesmo parecendo pegadinha de 1º de abril, se trata de um artigo sério publicado na revista acadêmica "Acta Tropica". O trabalho atende pelo título de "A canção de EDM 'Scary Monsters and Nice Sprites' reduz o ataque e o acasalamento dos mosquitos Aedes aegypti, vetores da dengue". Seria, então, o fim do carro do fumacê que passa durante o verão? É uma boa alternativa.

LEIA MAIS: Shaquille O' Neal e Diplo estão fazendo música juntos

VEJA TAMBÉM: Tabela periódica com os melhores DJs da história? Temos

De acordo com os autores do estudo, o som do ambiente e a forma como os animais o recebem são "cruciais para a reprodução, sobrevivência e manutenção da população". No caso dos insetos, eles se dão bem em locais com vibrações de baixa frequência. Já em lugares com ruídos, esses bichos são afetados, bem como suas percepções. 

Para testar se a música teria algum efeito nesses animais, cientistas colocaram a faixa "Scary Monsters and Nice Sprites", do Skrillex, para tocar. Essa canção de dubstep, de frequências extremamente altas e muito baixas, fez com que os mosquitos de sexos opostos agissem de formas diferentes enquanto ela rolava. As fêmeas ficaram bastante "distraídas", evitando picar humanos, enquanto os machos tinham menos vontade de copular durante a música. Os alérgicos agradecem! 

Para ler o artigo completo, clique aqui. Ele está disponível em inglês. 

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais