MyCelia: Imogen Heap usa blockchain para ajudar artistas a gerenciarem suas carreiras
Tecnologia

MyCelia: Imogen Heap usa blockchain para ajudar artistas a gerenciarem suas carreiras

Sem mais brincadeiras de esconde-esconde na indústria da música. O que a cantora Imogen Heap, voz de "Hide and Seek" (hit de 2005 e seu maior sucesso até hoje, graças à série "The OC"), quer com o projeto MyCelia, é tornar este meio mais auto-sustentável pelas mãos de artistas e transformá-lo em um espaço mais receptivo a projetos que venham "do zero". O projeto foi lançado oficialmente em setembro, na Suécia, com o início de uma turnê de Imogen.

MyCelia é uma ideia pautada no universo do blockchain, espaço cibernético que funciona como uma espécie de máquina registradora do envio e recebimento de moedas criptografadas, como o bitcoin. O objetivo de Imogen com isso é adequar a indústria às inovações tecnológicas dos novos tempos e dar aos artistas os meios necessários para gerenciarem suas carreiras, entendendo os caminhos rentáveis da música desde a sua origem até a obtenção dos louros por conta do sucesso. Tornar contratos da indústria mais adequados ao formato das moedas criptografadas é um dos objetivos.

"Queremos ligar os pontos entre todos aqueles envolvidos nessa transição entre os nossos atuais e defasados modelos da indústria, explorando novas soluções tecnológicas para estimular e impactar positivamente o ecossistema musical", diz uma mensagem no site do MyCelia.

Um dos projetos dentro da iniciativa se chama "The Life Of A Song" (“A vida de uma música", em tradução livre), cujo objetivo é explorar o caminho de uma música desde o seu lançamento e sua interação com o público e o mercado. "Hide and Seek" é usada como o primeiro modelo nesta pesquisa que, apesar de não estar diretamente associada ao sistema blockchain, tem relações com alguns pontos importantes sobre novas tecnologias, compartilhamento de dados e transparência.

"O principal objetivo é explorar e visualizar como a atual indústria da música funciona através das lentes de faixa, criando um espaço na web que mostrará essencialmente esses três segmentos principais — a 'biografia', o estouro da música e o detalhamento dos lucros. Isso permitiria um destaque maior sobre o que realmente está funcionando muito bem e também as áreas cinzentas do sistema", afirmou a chefe de pesquisa do MyCelia, Carlotta De Ninni, ao Musically.com.

Imogen Heap fez o anúncio em junho, durante a conferência MoneyConf, realizada em Dublin, na Irlanda. Para alavancar o projeto, a cantora investiu os ganhos que recebeu como compositora musical da peça "Harry Potter e a Criança Amaldiçoada" e as moedas de Ethereum (outra espécie de moeda criptografada) que recebeu por uma música de 2015 chamada "Tiny Human".

"(A plataforma) é uma forma de facilitar pagamentos, colaborações e desenvolver parcerias. É um meio para melhorar as colaborações a níveis criativos e de negócios. Se você é um artista iniciante, como você vai saber por onde começar?", afirmou a cantora à época da MoneyConf.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest