MySpace: 8 artistas que surgiram na plataforma
Entretenimento

MySpace: 8 artistas que surgiram na plataforma

Notícia ruim para o mundo da música. Mais de 50 milhões de faixas publicadas no MySpace foram perdidas após uma migração de servidor dar completamente errado. Arquivos postados na plataforma entre os anos de 2003 e 2015 podem nunca mais ser recuperados. Eles correspondiam a trabalhos de 14 milhões de artistas do mundo inteiro.

‘TOP OF THE SPOTS’: O jogo viciante do Spotify

Muito popularizado no começo dos anos 2000, o MySpace alavancou a carreira de artistas que hoje são internacionalmente conhecidos. Para não apenar nos afundarmos em lamentos com a perda do material — de valor incalculável —, vamos relembrar quais artistas chegaram aos ouvidos do grande público graças, em muito, à plataforma.

Adele

Antes de se formar na escola, Adele havia gravado três músicas para um projeto estudantil. Quando as aulas acabaram, a cantora britânica deu o arquivo das faixas de presente para uma amiga, que publicou as demo no MySpace. A iniciativa deu muito certo e Adele acabou recebendo uma ligação de Richard Russel, chefe da XL Recordings. Detalhe: ela achou que o convite feito pelo empresário não era real, mas foi à reunião mesmo assim e ainda levou uma amiga. Deu no que deu. Ainda bem.

Calvin Harris

Depois de trabalhar em uma loja de peixes, Adam Wiles foi obrigado a voltar para sua cidade natal, Dumfries, após ficar sem dinheiro. Para seguir em busca do sonho na indústria da música, ele se voltou para o MySpace, onde publicou algumas de suas faixas. E eis que, em poucos anos, Adam havia se transformado no DJ Calvin Harris, com contratos assinados e turnês pelo mundo todo — isso sem falar nas residências em Las Vegas.

Kate Nash

Depois de publicar músicas no MySpace em 2005, Kate Nash conseguiu assinar um contrato com a Moshi Moshi Records. Pouco depois, ela foi captada para a Fiction Records, selo pelo qual lançou “Foundations”, seu maior sucesso. Lá já se vão quase 15 anos e Kate não tem mais o sucesso que tinha no começo da carreira, mas segue fazendo música.

Arctic Monkeys

Os Arctic Monkeys são conhecidos por terem sido uma das primeiras bandas britânicas a ganhar um destaque considerável graças a ajuda das redes sociais. O grupo se apresentou ao vivo pela primeira vez dois meses antes da criação da conta no MySpace. Alguns anos depois, eles passaram a ser reconhecidos quando uma conta foi aberta com as faixas de Alex Turner e companhia. Mesmo com o sucesso advindo da plataforma, os Arctic Monkeys ainda não sabiam exatamente como funcionava o MySpace, já que a página havia sido criada por fãs. Fato é que o grupo soube gerenciar bem esse sucesso para conseguir, rapidamente, um contrato com uma gravadora.

Sean Kingston

Depois de publicar músicas no site, Sean Kingston se tornou o primeiro artista a assinar contrato com a recém-criada Beluga Heights. Naquela época, Sean era um rapper. Com o tempo, ele foi adquirindo habilidades vocais mais melódicas. Em pouco tempo, o hit “Beautiful Girls” já estava entre as músicas mais tocadas do mundo.

Panic! At The Disco

Tecnicamente, o Panic! At The Disco não foi descoberto no MySpace, mas tem muito a agradecer aos seus fãs no site. Depois que Pete Wentz, do Fall Out Boy, decidiu assinar a banda em sua gravadora, a Decaydance Records,o Panic! colocou faixas demo disponíveis online. Elas seriam finalizadas para entrarem no que se tornaria o álbum “A Fever You Can’t Sweat Out”. O MySpace serviu quase como um LinkedIn para o Panic!. Foi lá que, quando tinham apenas 2.883 visualizações no perfil, eles encontraram o membro que faltava para o grupo: “Estamos à procura de um tecladista. Entre em contato”, escreveram.

Owl City

O projeto musical de Adam Young começou com o artista e multi-instrumentista colocando músicas no MySpace direto do porão da casa dos pais. Antes que ele pudesse perceber, sua estreia em uma grande gravadora vendeu mais de um milhão de cópias nos EUA e transformou “Fireflies” em hit.

Lily Allen

Lily Allen já tinha um acordo com uma gravadora quando chegou ao MySpace. Porém, a cantora britânica sentia que poderia fazer mais se tivesse uma liberdade maior sobre seu próprio material. Foi quando ela decidiu colocar músicas na plataforma. O sucesso foi tanto que a gravadora foi obrigada a acelerar o processo de gravação do primeiro álbum de Lily. Ao lado de Greg Kurstin e Mark Ronson, ela teve que terminar o projeto em apenas duas semanas.

Tags relacionadas:
EntretenimentoAdeleYouTube

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest