Em 12 de fevereiro de 1981, o Rush lança 'Moving Pictures', seu disco mais importante
Especial

Em 12 de fevereiro de 1981, o Rush lança 'Moving Pictures', seu disco mais importante

0

Publicidade

A música pop canadense nunca tinha tido nomes de grande apelo popular. A proximidade e a facilidade de idiomas entre o Canadá e os Estados Unidos fez com que canadenses nobres estivessem na raiz da atual música pop — a banda que acompanhou Bob Dylan em sua melhor fase (The Band), Neil Young, Joni Mitchell e Leonard Cohen nasceram no grande país do norte da América. Até que no dia 12 de fevereiro de 1981, o Rush lançou seu principal disco, "Moving Pictures".

LEIA MAIS: Geddy Lee sobre Neil Peart: 'Ele se aposentou do Rush e da bateria'

MÁQUINA DE TEMPO: Em 16 de dezembro de 1983, o grupo The Who encerrava suas atividades oficialmente — pelo menos por enquanto 

Desde o início de sua carreira, o trio canadense formado por Geddy Lee, Alex Lifeson e Neil Peart já chamou atenção para além das fronteiras de seu país, habitando o espaço movediço entre o hard rock, o rock progressivo e a ficção científica — uma banda nerd por definição. Mas, à medida em que atravessavam os anos 1970, os três criaram uma reputação e um culto que lhes rendia longas turnês com shows lotados que tinham músicas com mais de dez minutos de duração — e solos de batera. Era um universo pop administrável — mas longe do estrelato mundial.  Isso até "Moving Pictures".

Com o disco lançado em 1981, o Rush conseguiu transpor a barreira do pop, ao ser mais conciso em suas canções, mesmo aquelas em que demonstravam virtuosismo instrumental. É o disco que mexe nas estruturas do grupo, que a partir dali começaria a incluir elementos de música eletrônica e até do pop (como aconteceria com a maioria dos grupos de rock progressivo nos anos 1980, como Genesis e Yes). É seu ápice, tanto em termos de composição, execução e letras.

Canções como "Tom Sawyer", "Red Barchetta" (gravada em um único take!), "Limelight", "The Camera Eye" e a instrumental "YYZ" (composta a partir da transposição do código do nome do aeroporto de Toronto para o código morse, que foi transformado no tempo do riff inicial da canção) fizeram o Rush atingir um público ao qual antes eles não tinham acesso. Fãs de Queen e Kiss passaram a dar atenção a uma banda que em outras épocas era menosprezada.

"Moving Pictures" também é o primeiro disco produzido totalmente de forma digital, a partir de um estúdio de 48 canais, com o qual a banda nunca havia trabalhado. Isso permitiu que o grupo experimentasse musicalmente outros tipos de som, como os batimentos cardíacos e os movimentos corporais do baterista Neil Peart, que foram registrados em áudio e colocados na faixa "Vital Signs". 

12 de fevereiro de 1961: O primeiro milhão

A faixa "Shop Around" do grupo vocal The Miracles ultrapassa a barreira de um milhão de singles vendidos nos EUA, fazendo a gravadora de Detroit  chegar ao seu primeiro número 1 na parada de sucessos da "Billboard", estabelecendo-a como concorrente sério no novo mercado do pop daquela década. O single chegaria a seis milhões de discos vendidos nos próximos dez anos. 

Quem nasceu

1913 — Walter Smetak, compositor e maestro suíço (m. 1984)

1938 — Martinho da Vila, cantor e compositor fluminense

1939 — Ray Manzarek, tecladista do grupo norte-americano The Doors

1941 — Dominguinhos, nascido José Domingos de Morais, músico, cantor e compositor pernambucano (m. 2013).

1950 — Steve Hackett, guitarrista do grupo inglês Genesis 

1952 — Michael McDonald, cantor e compositor dos grupos norte-americano The Doobie Brothers e Steely Dan 

1956 — Brian Robertson, guitarrista da banda escocesa Thin Lizzy e também do grupo Motorhead 

1958 — Grant McLennan, baixista do grupo australiano The Go-Betweens (m. 2006)

1959 — Per Gessle, guitarrista e compositor do grupo sueco Roxette

1968 — Chynna Phillips, cantora do grupo Wilson Phillips e filha de Michelle Gilliam, do grupo Mamas And The Papas

1970 — Jim Creeggan, baixista da banda canadense Barenaked Ladies 

1978 — Brian Chase, baterista do grupo inglês Yeah Yeah Yeahs

1974 — Ximbinha, guitarrista paraense

Quem morreu

2000 — Screamin' Jay Hawkins, cantor, compositor e músico norte-americano (n. 1929)

2017 — Al Jarreau, cantor e compositor norte-americano (n. 1940)

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais