Notre-Dame: A história do órgão que sobreviveu ao incêndio, à Segunda Guerra e à Revolução Francesa
História

Notre-Dame: A história do órgão que sobreviveu ao incêndio, à Segunda Guerra e à Revolução Francesa

No dia 15 de abril, um dos principais pontos turísticos e religiosos de Paris, a catedral Notre-Dame, inaugurada em 1345, foi acometida por um incêndio que destruiu parte de sua estrutura. Poucos itens que estavam dentro da igreja resistiram às chamas, como algumas esculturas do altar e uma cruz de madeira revestida em ouro. Além deles, também restou intacto o grande órgão que está há 16 metros do chão. O episódio trágico foi apenas mais um evento histórico de grandes proporções que "poupou" o instrumento, um recordista em sobreviver à ação do tempo e seus desdobramentos.

O órgão original chegou à catedral no século XIV, pouco após sua construção. Ele permaneceu por lá até 1730, ano em que foi substituído por um instrumento mais novo, mas tão potente quanto. De 1789 a 1799, aconteceu a sangrenta Revolução Francesa. O instrumento foi vandalizado por alguns parisienses e suas marcas podem ser vistas até hoje. Mesmo assim, ele continuou intacto.

Avance a história para 1939, quando se iniciou a Segunda Guerra Mundial. Um ano depois, a França foi ocupada por nazistas. Imagine Paris pegando fogo, literalmente. O inimigo acabando com tudo que era conhecido pelo povo francês, mas, felizmente, deixou alguns poucos marcos históricos intactos, como Notre-Dame e a Torre Eiffel. E o órgão se manteve são e salvo.

Agora, em 2019, o anúncio de que o instrumento não sofreu qualquer dano após o incêndio foi dado por Pascal Quoirin, responsável por restaurá-lo em 2017. Ele passou duas horas examinando os componentes eletrônicos e os 8 mil tubos do órgão até constatar que o fogo não afetou sua estrutura. Impressionante.

A catedral, por outro lado, deverá ser reconstruída em aproximadamente cinco anos. A estimativa foi feita pelo presidente francês, Emmanuel Macron. Se tudo der certo, será possível voltar a escutar o órgão mais cedo do que se imagina.

Organista toca o instrumento centenário em Notre-Dame anos antes do incêndio que a destruiu/Getty Images
Organista toca o instrumento centenário em Notre-Dame anos antes do incêndio que a destruiu/Getty Images

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest