Para além de 'Luther': o lado músico de Idris Elba
Entretenimento

Para além de 'Luther': o lado músico de Idris Elba

A impressão geral é que, atualmente, qualquer um vira DJ. O estigma se torna ainda mais forte quando falamos de atores ou atrizes que, vez ou outra, comandam as carrapetas. Mas esse não é o caso de Idris Elba. Antes de ser ator, o intérprete de John Luther na série "Luther" já mixava músicas por aí. Este ano, estendendo seus braços na indústria fonográfica, o ator de 44 anos - que já fez parcerias com o rapper Skepta e o também DJ Fatboy Slim - decidiu abrir seu próprio selo musical, a 7 Wallace Music, para lançar novos nomes no cenário.

A carreira de Idris no ramo musical começou muito antes que o ator fosse reconhecido por seus papéis no cinema ou na TV - quando estourou graças à sua participação na aclamada “The Wire”. Com 14 anos ele já havia começado a mixar músicas. Trinta anos depois, aos 44, se considera um “DJ veterano”, que atua sob os nomes Big Driis ou Big Driss The Londoner. Seu foco? Hip hop, soul e r&b. “Por dois anos da minha vida eu fui DJ em tempo integral. E eu acho que nos últimos dez anos eu meio que consolidei isso como uma carreira de fato… Uma segunda carreira. E nos últimos quatro a cinco anos, comecei a ver algum tipo de avanço na área. Então sim, eu tenho tocado há muito tempo”, disse em entrevista à Billboard. Como DJ, ele já apresentou sets no festival de Glastonbury e abriu para Madonna durante parte da turnê “Rebel Heart” - quando especulou-se que os dois estavam tendo um caso...

Com a 7 Wallace Music, o britânico já tem um pupilo. O primeiro a assinar com a empresa foi o rapper francês James BKS, que já trabalhou com Diddy e Talib Kweli. “Ele é uma peça rara. As sensibilidades que ele tem do hip-hop passam para as outras músicas que ele faz. Ele é uma ótima pessoa para se trabalhar e será um artista reconhecido no futuro”, disse o ator sobre sua aposta.

Como DJ, Idris já lançou dois trabalhos. Curiosamente, ambos inspirados em sua carreira como ator. Ele diz que a ideia não surgiu por acaso: “Na perspectiva de um ator, fazer música é bastante precário. As pessoas não estão abertas a aceitarem isso. Por conta disso, decidi deixar minha música mais próxima do que eu faço no dia a dia e fazer música na perspectiva dos personagens que eu interpreto. Meu primeiro álbum foi “Mi Mandela”, que foi a perspectiva daquele personagem e daquele filme. ‘Murdah Loves John’ é a perspectiva de John Luther”, contou à revista “NME”. Este ano, Idris fez seu debut como diretor em “Yardie”, um suspense baseado no livro homônimo de Victor Headley.

Idris Elba se apresenta durante festa de marca de vodka em Berlim, na Alemanha, no começo deste ano. (Foto: Zacharie Scheurer/Getty Images)
Idris Elba se apresenta durante festa de marca de vodka em Berlim, na Alemanha, no começo deste ano. (Foto: Zacharie Scheurer/Getty Images)

Idris admite que ter duas carreiras acaba causando dificuldades na hora de focar em apenas uma delas. Como contou ao portal “Dancing Astronaut”, ele diz ser quase impossível tirar um ano sabático para a música, uma vez que a atuação é sua principal atividade. Porém, ele promete que, em 2019, vai dedicar os primeiros meses do ano para lançar o álbum “Hiatus”.

“Infelizmente é quase impossível tirar um ano da minha agenda como ator nesse ponto da minha carreira. É irônico que eu definitivamente tenha atingido um auge na atuação, o que é incrível, mas significa que eu não posso tirar um tempo para me concentrar na música. Mas no ano que vem, durante toda a primavera até abril, será dedicado a turnês e ao lançamento de ‘Hiatus’”.

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest