O maestro Felipe Prazeres indica... Braza
Eles Indicam

O maestro Felipe Prazeres indica... Braza

0

Publicidade

Felipe Prazeres é o violinista spalla da Orquestra Petrobras Sinfônica (Opes). Na hierarquia da filarmônica, ele é o segundo membro mais importante, atrás somente do maestro, Isaac Karabtchevsky - a quem costuma substituir em alguns concertos. Mesmo imerso no universo clássico, Felipe se mostra bastante eclético quando o assunto é ouvir música. 

“Vale indicar dois nomes? Tenho escutado muito Braza e Far From Alaska. São duas bandas novas, mas que já fazem shows pelo país todo, têm discos lançados e são sucesso nas plataformas de streaming”, escolhe o músico, em entrevista ao Reverb, antes de indicar “Segue o baile”, do Braza, e “Relentless Game", do Far From Alaska, como as suas preferidas.

O violinista, marido da atriz Carol Castro, conta que conheceu o trabalho das duas bandas através da própria Opes, quando a orquestra regravou faixas deles em versões sinfônicas, como parte do projeto ‘O Clássico é’. 

Banda Braza é formada por ex-integrantes do For Fun / Marcel Favery / Divulgação
Banda Braza é formada por ex-integrantes do For Fun / Marcel Favery / Divulgação

O Braza é um grupo formado por Vitor Isensee, Nícolas Christ e Danilo Cutrim, todos os três ex-membros do For Fun, banda que fez sucesso no começo dos anos 2000, principalmente na cena carioca. Com cinco faixas, o EP “Liquidificador”, lançado este ano, é o terceiro trabalho produzido em estúdio pelo trio. A mente por trás do projeto é o produtor Kassin, conhecido por trabalhos com Los Hermanos e Vanessa Da Mata. 

Mais conhecida no cenário nacional, o Far From Alaska foi formado em 2012, em Natal. Apesar de ser brasileiro, o grupo canta em inglês. Em 2015, foram convidados para tocar no Lollapalooza e, no ano passado, divulgaram seu álbum mais recente, “Unlikely”.

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais