O que aconteceu com Paul Potts, que emocionou o mundo cantando 'Nessun Dorma', e outros vencedores do programa 'BGT'
Entretenimento

O que aconteceu com Paul Potts, que emocionou o mundo cantando 'Nessun Dorma', e outros vencedores do programa 'BGT'

Quem não adora um bom spin-off, também conhecido como série derivada? Neste sábado (31), estreia o da competição artística "Britain's Got Talent", exibida no Reino Unido desde 2007. No novo programa, batizado de "The Champions", alguns dos vencedores das 13 temporadas voltarão a competir, bem ao estilo "Jogos Vorazes", para provar quem é o melhor dos melhores. Já sabemos que os cantores Paul Potts e George Sampson, o comediante Lost Guy Voice, a equipe de dança Collabro e a treinadora de cães Ashleigh Butler estão entre os participantes de "Britain's Got Talent: The Champions".

Mas o que aconteceu com a carreira dos outros artistas que ganharam o programa? O site "Independent" fez um apanhado sobre a vida dessas pessoas. Algumas foram bem-sucedidas, já outras... Ah, sim, a cantora Susan Boyle, a maior celebridade revelada pelo programa, diagnosticada com a síndrome de Asperger, não está entre os campeões. Veja a lista abaixo:

Paul Potts, vencedor da 1ª temporada

O cantor de ópera Paul Potts, de 48 anos, saiu vencedor da 1ª temporada de "Britain’s Got Talent", que foi ao ar em 2007. Suas performances estão entre os primeiros vídeos a viralizar mundialmente a partir do YouTube, emocionando milhões de pessoas (até 31 de agosto, 180 milhões já tinham assistido ao mais famoso deles). Ele aparece nas cenas iniciais do programa como um gordinho tímido e com os dentes muito fora do padrão, que trabalhava numa loja de celulares no interior do País de Gales.

O sorriso era resultado de agressões sofridas durante a adolescência, quando Paul sofreu bullying severo. O que poucos sabiam é que, quando arrancou para a fama, com interpretações perfeitas de "Nessun Dorma" e "Con Te Partirò" no programa, Paul já havia vencido concursos importantes e cantado em produções amadoras, até mesmo em Londres. No entanto, um tumor adrenal e um acidente de bicicleta atrapalharam suas ambições artísticas: ele realmente não tinha perspectivas de carreira como cantor lírico antes de participar de "Britain's Got Talent".

Seu disco de estreia, "One Chance", chegou ao primeiro lugar na parada de álbuns britânica em 2007, ultrapassando a marca de duas milhões de cópias vendidas. Excursionou pela Europa e pelos EUA, rendeu audiências históricas para o programa de Oprah Winfrey, cantou em estádios de futebol, faturou em comerciais e programas de TV asiáticos... E, claro, desenvolveu uma estável carreira fonográfica (com seis álbuns lançados) e, em 2016, cantou em montagens estelares da "Tosca", de Puccini, e "O Holandês Voador", de Wagner.

Em 2013, Paul teve sua vida transformada em filme, "Apenas uma Chance", com o ator e apresentador James Corden escalado para interpretá-lo. Foi sucesso de crítica e de bilheteria. Um livro com o mesmo nome, "Just One Chance", autobiográfico, saiu no mesmo ano.

George Sampson, vencedor da 2ª temporada

George Sampson é um dançarino de break que venceu a 2ª temporada de "Britain’s Got Talent", exibida em 2008. Ele ganhou o programa graças a sua apresentação de "Singin’ in the Rain", um remix do grupo musical Mint Royale. Hoje, ele está com 26 anos e dedica-se a atuar nos programas "Waterloo Road", "Mount Pleasant" e "Emmerdale".

Grupo de dança Diversity, vencedor da 3ª temporada

O grupo de dança Diversity venceu a 3ª temporada do "Britain’s Got Talent", em 2009. Neste mesmo ano, a cantora Susan Boyle ficou conhecida pelo público e, posteriormente, se tornou um fenômeno global. Mas ela não ganhou a competição, e sim o Diversity. Alguns dos integrantes do grupo seguem fazendo sucesso: Perri Kiely ganhou o reality "Splash" e Ashley Banjo é jurada do "Dancing on Ice".

Os ginastas do Spelbound, vencedores da 4ª temporada

Vencedores do "Britain’s Got Talent" em 2010, o grupo de ginastas Spelbound lançaram um DVD logo após ganharem a competição. Em 2012, eles se apresentaram na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpidos de Londres.

Jai McDowell, vencedor da 5ª temporada

Jai McDowell, de 33 anos, ganhou a competição artística em 2011 e foi considerado o Justin Bieber britânico. Ele assinou com a gravadora do jurado Simon Cowell, a Syco, e lançou seu álbum de estreia, "Believe", em 2012.

Ashleigh e seu cão Pudsey, vencedores da 6ª temporada

A treinadora de cães Ashleigh Butler e seu pet Pudsey venceram a competição de talentos em 2012. Após o programa, o animal ganhou seu próprio filme, "Pudsey the Dog: The Movie", de 2014. Em 2017, Ashleigh informou que seu Pudsey faleceu. Em seu lugar, ela adotou outro pet, chamado Sully.

Os húngaros do Attraction, vencedores da 7ª temporada

O Attraction é um duo de artistas que fazem diversos efeitos visuais utilizando suas sombras. Eles venceram o "Britain’s Got Talent" em 2013, deixando para trás o comediante Jack Carroll e o duo de rap Richard e Adam. Após o programa, eles continuaram a se apresentar ao redor do mundo e fizeram comerciais para TV.

Collabro, vencedor da 8ª temporada

O quinteto Collabro venceu a 8ª temporada do "Britain’s Got Talent" em 2014. Desde então, o grupo lançou três álbuns. Em 2016, o integrante Richard Hadfield deixou o Collabro e há rumores de que eles não andam bem das pernas.

Jules O’Dwyer e Matisse, vencedores da 9ª temporada

A treinadora de cães Jules O’Dwyer venceu o programa de 2015, mas ela trapaceou, como se descobriu ao fim do show de talentos. Em vez de usar apenas um cachorro, ela competiu com dois da mesma raça, muito parecidos. Mais de mil pessoas reclamaram no Procom inglês, pois sentiram-se enganados.

Richard Jones, vencedor da 10ª temporada

O mágico e ex-militar Richard Jones foi o vencedor do "Britain’s Got Talent" em 2016. Logo após sua vitória, ele participou de um especial de TV chamado "Operation Magic" e continua a viajar o Reino Unido fazendo truques.

Tokio Myers, vencedor da 11ª temporada

O pianista e produtor musical Tokio Myers, de 35 anos, venceu o "Britain's Got Talent" em 2017. Desde então, ele já lançou o álbum de estreia "Our Generation" e participou do single "Bridge Over Troubled Water".

Lost Voice Guy, vencedor da 12ª temporada

Lee Ridley, de 38 anos, é um comediante de stan-up com paralisia cerebral que venceu o programa em 2018. Desde então, ele atuou num programa da "Radio 4" e viaja pelo Reino Unido realizando shows.

Colin Thackery, vencedor da 13ª temporada

Neste ano, o cantor e veterano de guerra Colin Thackery, de 89 anos, ganhou o "Britain’s Got Talent". Com isso, ele se tornou a pessoa mais velha a vencer o programa e, também, a assinar o contrato com uma gravadora e lançar seu disco de estreia.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest