Os 10 vinis mais caros do mundo: conheça os tesouros em lista que inclui um disco brasileiro em 22º lugar
Entretenimento

Os 10 vinis mais caros do mundo: conheça os tesouros em lista que inclui um disco brasileiro em 22º lugar

Se você gosta de música, deve ter algum disco de vinil na sua casa, mesmo não sendo um ávido colecionador. Até os fãs de gerações mais recentes também estão se ligando nos bolachões, afinal, seu ressurgimento já provou que não é moda. Mas nem todo mundo consegue encontrar e ter algo realmente raro em sua coleção. Os ratos de sebos e feiras até tentam... mas conseguir comprar lançamentos obscuros de grandes nomes da música do século XX não é para qualquer bolso. Há vinis que custam, acredite, R$ 1.771 milhão, como é o caso da única cópia do compacto dos Quarrymen — para quem não conhece, é o grupo inicial dos Beatles, com Paul, John e George.

Com a ajuda de Ian Shirley, editor do guia de preços de discos raros da Record Collector, o site Noble Oak fez uma lista dos 50 registros mais valiosos do mundo, explicando porque são tão preciosos. Como seria de esperar, nomes como os Beatles e os Stones estão no topo da lista. O título de registro mais caro atualmente pertence ao compacto dos Quarrymen, a primeira encarnação do Fab Four. Mas nem perca seu tempo configurando alertas no eBay e outros sites na esperança de encontrá-lo — ele está com Paul McCartney e desconfia-se que ele não tem interesse nenhum em vendê-lo. O segundo lugar da lista é uma edição natalina, de apenas 100 cópias, de "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", dos Beatles, que custa a bagatela de R$ 620 mil.

Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band
Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band

O single "God Save The Queen", dos Sex Pistols, também aparece no top 10, avaliado em R$ 89 mil porque foi retirado do mercado e destruído depois que a banda se comportou como... os Sex Pistols. A lista tem curiosidades como um disco promocional de "Xanadu", de Olivia Newton-John, avaliado em R$ 45 mil. Ele foi retirado de circulação porque a cantora teve um problema com uma das fotos do material. Em 22º lugar, valendo R$ 35 mil, está o nosso conhecido "Paêbiru", disco de Lula Côrtes e Zé Ramalho lançado em 1975 por Hélio Rozenblit. Na época foram prensadas 1300 cópias, mas cerca de 1000 delas foram perdidas em uma enchente que atingiu a fábrica de Rozenblit. O desastre aliado ao reconhecimento nacional e internacional do álbum fez com que as poucas cópias desse LP se tornassem cada vez mais raras e caras.

Paêbiru. Divulgação
Paêbiru. Divulgação

Confira o top 10 abaixo e visite o Noble Oak para saber o valor e as histórias por trás dos 50 discos mais valiosos do mundo.

1. The Quarrymen – "That’ll Be The Day"/"In Spite Of All The Danger" (R$ 1.771 milhão). O grupo de Liverpool que gravou esse único registro em 1958 tinha entre os integrantes Paul McCartney, John Lennon e George Harrison. Em 1981, Paul comprou a raridade do pianista Duff Lowe, que tocou no grupo entre 1957 e 1960.

2. The Beatles – "Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band" (R$ 620 mil). Para comemorar o Natal de 1967, uma edição especial deste best-seller dos Beatles foi impressa, com executivos da Capitol Records estampando a capa no lugar das figuras famosas. Apenas 100 cópias foram feitas e distribuídas aos próprios executivos e seus seletos amigos.

3. Frank Wilson – "Do I Love You (Indeed I Do)"/"Sweeter As The Days Go By" (R$ 221 mil). Todas as cópias promocionais deste disco foram destruídas em 1965 por ordem de Berry Gordy, da Motown. Ele queria que Wilson se concentrasse em seu trabalho como produtor. Restam apenas três cópias, tornando este disco um verdadeiro graal para os fãs de soul.

4. Darrell Banks – "Open The Door To Your Heart"/"Our Love (Is In The Pocket)" (R$ 132 mil). Apenas uma cópia desse registro do cantor de soul americano veio à tona até hoje. Depois que poucas cópias promocionais foram distribuídas, o single foi recolhido após uma batalha legal que deu à Stateside Records o direito de editá-lo no Reino Unido.

5. Dark – "Dark Round The Edges" (R$ 88.500). A banda de rock progressivo de Northampton prensou 64 LPs em 1972, anos em que os integrantes resolveram se separar. Os discos foram distribuídos às famílias e amigos e as 12 cópias mais valiosas têm uma capa colorida e encarte com várias fotografias.

6. Sex Pistols – "God Save The Queen"/"No Feelings" (R$ 89 mil). As cópias deste compacto de 1977 foram destruídas depois que os Sex Pistols foram expulsos da gravadora por mau comportamento! Especula-se que apenas 50 cópias circulam por aí.

Compacto do Sex Pistols que foi destruído. Reprodução
Compacto do Sex Pistols que foi destruído. Reprodução

7. The Beatles – "The Beatles" (White Album) (R$ 89 mil). O LP duplo com a famosa capa branca assinada Richard Hamilton tinha um número carimbado na frente. Os primeiros quatro números ficaram com cada um dos beatles e as outras 96 foram distribuídas. Isso faz com que qualquer cópia numerada abaixo de 100 seja muito valiosa, independentemente da condição.

White Album: as 100 primeiras cópias são valiosas. Reprodução
White Album: as 100 primeiras cópias são valiosas. Reprodução

8. Junior McCants –"‘Try Me For Your New Love"/"She Wrote It I Read It"(R$ 80 mil). Existe apenas algumas cópias promocionais desse compacto duplo. Junior, cantor de soul music, morreu aos 24 anos de um tumor no cérebro, em junho de 1967, e por isso o lançamento do disco foi cancelado pelo selo King, de Cincinnatti, nos EUA.Ele lutava desde a infância contra a doença.

9. The Beatles – "Yesterday And Today" (R$ 71 mil). É praticamente impossível encontrar este disco de 1966 com sua capa original. A imagem com os quatro vestindo aventais cobertos de carne e bonecas decapitadas era tão controversa que os registros foram rapidamente recolhidos, e outra capa foi colada para relançamento.

10. The Rolling Stones – "Street Fighting Man"/"No Expectations" (R$ 40 mil). Outro disco que teve a capa trocada para não criar confusão. Essa, lançada em um momento de agitação política e cultural em todo o mundo, foi rapidamente substituída por uma arte alternativa. As cópias com a capa original ainda estão por aí e dispararam em valor.

A capa substituída do disco dos Rolling Stones. Reprodução
A capa substituída do disco dos Rolling Stones. Reprodução

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest