Ouvir música clássica ajuda na redução de dores e inflamações, afirmam pesquisadores
Tecnologia

Ouvir música clássica ajuda na redução de dores e inflamações, afirmam pesquisadores

Um estudo realizado na Universidade de Utah, nos EUA, revelou que ouvir música clássica faz bem para a saúde, principalmente porque reduz dores e inflamações no corpo humano. Legal né? Para chegar ao resultado, pesquisadores colocaram um grupo de camundongos — cujas patas estavam inflamadas — para ouvir Mozart durante três horas num período de 21 dias. Já o outro time de roedores ficou sem ouvir qualquer tipo de música. Após três semanas de testes, descobriu-se que 77% dos animais que ouviram as canções do maestro austríaco sentiram menos dor. Os que não foram expostos a música, por outro lado, continuaram a sofrer.

A análise feita pela equipe da Universidade de Utah também mostrou que certos tipos de medicamentos têm maior eficácia ao som de música clássica. O ibuprofeno, por exemplo, pode diminuir o inchaço em 93% se administrado ao som de Mozart.

Apesar dos resultados positivos, os cientistas não souberam responder como a música clássica contribuiu para o tratamento de dores e inflamações. Eles acreditam, baseados em pesquisas anteriores, que o tratamento associado a sons auxilia na diminuição de hormônios do estresse, como o cortisol. Além do mais, composições como as de Mozart, por exemplo, são extremamente relaxantes para o sistema nervoso humano.

"Queremos entender como estruturas musicais podem ser traduzidas em padrões elétricos no cérebro e no sistema nervoso periférico", disseram os autores da pesquisa.

Para ler o artigo complexo, acesse o site da revista "Frontiers in Neurology", onde ele foi publicado.

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest