Pink, Lana Del Rey, Rihanna... Artistas se solidarizam a vítimas do massacre de El Paso e pedem controle de armas
Inspiração

Pink, Lana Del Rey, Rihanna... Artistas se solidarizam a vítimas do massacre de El Paso e pedem controle de armas

Publicidade

“A Inglaterra é uma xícara de chá. A França é uma roda de brie envelhecido / A Grécia uma pequena oliveira / A América é uma arma.” Os versos de Brian Bilston, "poeta laureado do Twitter cuja identidade real é um mistério, foram postados por Pink nas redes sociais após um fim de semana violento, com dois ataques com armas nos Estados Unidos.  A cantora, que se apresenta no Rock in Rio no dia 5 de setembro, foi uma das dezenas de celebridades que se pronunciaram, emocionadas, sobre os acontecimentos.  

Em resposta a uma âncora da Fox News, Pink também escreveu que "nada é melhor do que o ser humano" e que deveríamos "pensar na humanidade em primeiro lugar". "A arte é feita para causar diálogo e por isso publiquei esse poema", completou.

LEIA MAIS: Banda de metal Within Temptation cancela show no Líbano em solidariedade a banda local vítima de ataques homofóbicos

VEJA TAMBÉM: Músicos tuaregues da banda Tinariwen são vítimas de comentários racistas nos EUA

Lana Del Rey também se pronunciou sobre os ataques. A cantora divulgou um preview de sua nova música, "Looking For America". Ela foi produzida por Jack Antonoff, famoso por trabalhar com Lorde, Taylor Swift e por tocar na banda Bleachers e Fun. 

"Não trabalho com política e não quero pedir desculpas por ter uma opinião", disse a cantora. "Mas precisava falar sobre esses ataques dos últimos dias. Eles me afetaram muito. Por isso, decidi publicar esse vídeo, gravado pela nossa engenheira Laura. Espero que vocês gostem."

Na letra de "Looking For America", Lana canta sobre um país sem medo da violência por armas: "I’m still looking for my own version of America / One without the gun, where the flag can freely fly/ No bombs in the sky/ Only fireworks when you and I collide/ It’s just a dream I had in mind (“Eu ainda estou em busca da minha versão própria dos Estados Unidos. Aquela sem as armas, onde a bandeira pode flamular livre, sem bombas no céu, somente fogos de artifício quando eu e você nos juntamos. É apenas um sonho que eu tinha em mente”, em tradução livre).

Instagram URL not provided

Outros artistas como Rihanna, John Legend, Cardi B, Chuck D, do Public Enemy, Bebe Rexha, Becky G e Billy Ray Cyrus escreveram suas considerações sobre os massacres nas redes sociais

Rihanna, por exemplo, publicou um tweet do presidente Donald Trump tentando minimizar a situação e retrucou: "Imagine um mundo onde seja mais fácil conseguir comprar uma AK-47 do que conseguir um visto". Já Cardi B publicou uma imagem do suspeito do massacre em El Paso. Junto da fotografia, está escrito que o suposto assassino "não era um imigrante, nem muçulmano, nem membro do Estados Islâmico", mas sim um "supremacista branco que idolatra Trump e o líder do KKK, David Duke".

Instagram URL not provided

A cidade de El Paso, no Texas, foi alvo de um massacre terrorista dentro de um supermercado no sábado (3). O suspeito por matar 22 pessoas e ferir dezenas — entre elas, um bebê de dois meses — é Patrick Crusius, de 21 anos, residente da cidade americana de Allen, a 45 km de Dallas. No domingo (4), outro ataque envolvendo armas de fogo foi registrado nos EUA, dessa vez em um bar na cidade de Dayton, em Ohio. Nove pessoas morreram e o assassino, cuja identidade não foi identificada, detido.  

Publicidade

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest