Por que não existe um 'brechó' de música em formato digital?
Tecnologia

Por que não existe um 'brechó' de música em formato digital?

Nos formatos vinil e CD há a possibilidade adquirir álbuns de segunda mão, aqueles que tiveram um dono antes de voltarem às vendas nos sebos. Muitas pessoas vivem desse mercado há décadas, então é natural que haja a pergunta: é possível que esse tipo de comércio também se aplique ao mercado digital de música? A resposta é: sim e não.

Houve, num passado bastante próximo, uma espécie de loja para formatos digitais "usados" e se chamava ReDigi. A Corte dos EUA, no entanto, ficou do lado das gravadoras e decidiu que esse tipo de venda viola os direitos autorais das partes envolvidas no processo artístico. Graças à decisão, a Capitol Records venceu um processo de US$ 3,5 milhões em um julgamento realizado pela justiça de Nova York.

Mas o que diferencia os formatos digitais dos formatos físicos neste sentido? Bem, produtos como livros e CDs estão incluídos no que se conhece como first-sale doctrine, ou doutrina da primeira venda. Este é um conceito legal dos EUA que limita as ações de um detentor de direitos autorais ou de marcas registradas. Nos formatos físicos, a lei permite que o proprietário de uma cópia de vinil possa revendê-lo; já nos formatos digitais ficou decidido que isso não é possível.A tendência é que o restante dos mercados fora dos EUA siga essa linha.

Na era do streaming esse conceito de loja para formatos digitais "usados" se tornou obsoleto. Cada vez mais, pessoas deixam de baixar música e assinam com plataformas como Spotify, Apple Music e Deezer. Os poucos interessados nos downloads digitais são pesquisadores musicais e DJs em busca de arquivos de alta qualidade com 96kHz/24 bit. Mas até para esse empecilho existe uma solução: serviços de streaming de alta performance, como o Tidal.

Tags relacionadas:
TecnologiaVinil Streaming

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest