Prestes a tocar no Brasil, Erykah Badu recebe prêmio pelo 'conjunto da obra' em sua cidade natal, Dallas
Entretenimento

Prestes a tocar no Brasil, Erykah Badu recebe prêmio pelo 'conjunto da obra' em sua cidade natal, Dallas

Erykah Badu, ou Erica Abi Wright, é uma cantora, mãe, doula — nome popular para assistente de parto — e inspiradora de muitas cantoras jovens no R&B alternativo. Graças a ela, nomes como Janelle Monáe, Kali Uchis, SZA, FKA Twigs e Kelela hoje podem brilhar em paz. Aos 48 anos, e sem lançar novas músicas há dez, ela se prepara para voltar ao Brasil pela terceira vez. Aqui, Erikah se apresenta no Rio, em 23 de novembro, e São Paulo, no dia 21.

Enquanto não desembarca em terras brasileiras, em Dallas, no Texas, onde Erykah nasceu, ela foi indicada, nesta quinta-feira (31), a um prêmio pelo conjunto de sua obra musical. O evento Dallas Observer Music Awards acontece no dia 10 de dezembro. Preston Jones, do jornal "Dallas Observer", escreveu que Erykah é muito mais que uma simples cantora. É uma mulher comprometida com sua comunidade. "Por este motivo, ela é nossa homenageada do ano", disse.

Erykah é tão respeitada em Dallas, que moradores da cidade decidiram mudar o nome de um parque — o Robert E. Lee Park — e rebatizá-lo com o sobrenome artístico da cantora. Segundo o site "Okay Player", o conselho administrativo da cidade realizou votações, e o espaço foi renomeado por 13 votos a 1. Outra mudança também está prevista no parque. A estátua de Robert E. Lee será destruída.

Esta é uma grande vitória para a população de Dallas. É significativo que o nome de Erykah Badu, uma artista negra e militante, seja posto no lugar de um militar escravocrata e racista — para saber mais sobre ele, clique aqui.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest