Prisão de rappers britânicos levanta debate sobre discriminação policial e censura
Inspiração

Prisão de rappers britânicos levanta debate sobre discriminação policial e censura

Publicidade

O NWA foi considerado o inimigo nº 1 da polícia de Los Angeles (e talvez de todos os EUA) por abordar a truculência dos agentes de segurança pública contra a população negra, a matança de seu povo e, também, por exaltar o comportamento gangster. O estopim da implicância entre a polícia e os rappers foi o lançamento da faixa "Fuck the Police", um clássico do hip-hop. Isso aconteceu no fim dos anos 1980. Em 2019, no entanto, continuamos a tratar do mesmíssimo assunto: a censura e a discriminação policial contra músicos negros. Mas, dessa vez, o problema se estendeu da costa Oeste americana e chegou ao Reino Unido, onde a polícia britânica se meteu com os artistas Skengdo e AM.

LEIA MAIS: 8 canais de reactions no YouTube que você precisa conhecer

VEJA TAMBÉM: Sobrevivente do Holoscausto, mulher faz rap sobre homem que salvou sua vida dos nazistas 

A política metropolitana de Londres acusou os rappers de "incitar violência entre gangues rivais" após a publicação de um vídeo de uma apresentação dos dois na internet. Por isso, eles foram sentenciados a nove meses de prisão suspensa, na qual deverão realizar algum trabalho social ou pagamento de uma multa. Se a corte decidir que eles são culpados, entretanto, eles irão para a cadeia. 

O incidente movimentou mais de 65 pessoas envolvidas com direitos humanos (como professores universitários, jornalistas, rappers, funcionários da ONU e projetos como o Black Lives Matter) em apoio a Skengdo e AM. Ativistas inclusive escreveram uma carta aberta na qual pedem que o órgão de segurança pública mude sua abordagem quando se trata de criminalizar trabalhos de músicos e de outros artistas. Afinal, eles entendem que quando os rappers falam sobre a rivalidade de gangues e a violência praticada por elas, não estão incitando este tipo de comportamento, mas narrando a realidade que os cerca. 

Publicidade

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest