Queen revive espírito e set list do Live Aid em megaconcerto ‘Fire Fight Australia’
Entretenimento

Queen revive espírito e set list do Live Aid em megaconcerto ‘Fire Fight Australia’

Com 22 atrações tocando por mais de dez horas, o Fire Fight Australia arrecadou US $ 10 milhões para ajudar na recuperação dos incêndios florestais na Austrália. O evento aconteceu no domingo (16/2) e proporcionou momentos musicais incríveis, como o Queen revivendo o espírito e o set list do "Live Aid" de 1985.

Em 1985, o Queen protagonizou aquela que é considerada uma das maiores performances ao vivo de todos os tempos em um estádio lotado, inspiração para a mais longa cena do filme "Bohemian Rhapsody". Era o "Live Aid", concerto para arrecadar fundos para a fome na África, com Freddie Mercury brilhando absoluto e hipnotizado.

Adam lambert e Brian May, do Queen, na apresentação do  "Fire Fight Australia". Foto: Getty Images
Adam lambert e Brian May, do Queen, na apresentação do "Fire Fight Australia". Foto: Getty Images

Trinta e cinco anos depois, o Queen de Adam Lambert impactou novamente uma multidão de 75 mil pessoas. A transição icônica da abertura com "Bohemian Rhapsody", que dá lugar a "Radio Ga Ga", foi recebida com gritos quando as pessoas perceberam que a banda estava prestes a recriar aquele momento pela primeira vez. O show teve os mesmos 22 minutos e o mesmo setlist. Adam, inclusive, fez muitos dos movimentos de Freddie, que surgiu nos telões em sua famosa sequência "ah-oh", quando instigava o público a acompanhá-lo nos refrões.

Após o show, o guitarrista Brian May disse a seus fãs nas mídias sociais: "Eu não me sentia assim desde o Live Aid".

O concerto foi organizado para ajudar na recuperação do rastro de destruição que os incêndios, que varreu 13 milhões de acres de terra, matou 34 pessoas e deixou milhares desalojados. Como uma reação à falta de apoio governamental, onde a mudança climática se transforma em um ponto de discussão político, e não em uma emergência global, a antiga tradição de músicos se unirem para arrecadar fundos necessários para crises humanitárias falou mais alto. O Fire Fight Australia foi lançado rapidamente e os ingressos, que custavam US $ 68 para os melhores lugares, logo esgotaram.

Além do Queen, que foi de longe o ponto alto da noite, o concerto teve shows de Alice Cooper, John Farnham, Olivia Newton-John. K.D.Lang, Michael Bublé, 5 Seconds Of Summer e muitos outros. Cooper entrou no palco pouco antes do pôr do sol e, com sua tradicional performance empolgante com direito troca de adereços e figurinos, incluiu faixas icônicas como "Poison" e "School's Out".

Vários artistas australianos brilharam: Delta Goodrem, Guy Sebastian, Mitch Tambo, Jessica Mauboy, Baker Boy e Daryl Braithwaite, ídolo pop de 71 anos, com 15 singles no top 40 do país, incluindo dois hits número um, "You're My World" e "The Horses".

Daryl Braithwaite, ídolo pop na Austrália, foi uma das atrações do concerto que arrecadou fundos para a recuperação do país depois dos incêndios devastadores. Foto: Getty Images
Daryl Braithwaite, ídolo pop na Austrália, foi uma das atrações do concerto que arrecadou fundos para a recuperação do país depois dos incêndios devastadores. Foto: Getty Images

O concerto ainda teve uma linda homenagem, quando a apresentadora Celeste Barber pediu ao público que se levantasse para cumprimentar os verdadeiros heróis: cerca de mil voluntários do Serviço de Bombeiros Rurais, que estavam nas arquibancadas no estádio como convidados especiais.

Veja os cinco melhores momentos do Fire Fight Australia:

Queen

O show do Queen foi eletrizante, com o mesmo setlist do "Live Aid" e ainda Freddie Mercury "chamando" o público pelo telão.

Alice Cooper

Além de seus hits, Alice Cooper, de 72 anos, saiu do roteiro para cantar trechos de "Another Brick In the Wall", do Pink Floyd.

John Farnham e Olivia Newton-John

Olivia Newton-John foi ovacionada quando se juntou ao amigo John Farnham para cantar o hit de 1998 "Two Strong Hearts".

k.d. lang

A cantora canadense, toda de branco e descalça, cantou "The Valley" e "Hallelujah", de Leonard Cohen. O estádio ficou em silêncio, enquanto os nomes das vítimas dos incêndios passavam nos telões.

Número final

John Farnham fechou a noite com "You're The Voice", chamando de volta ao palco Olivia Newton-John e Brian May, do Queen. O cantor australiano Mitch Tambo cantou a segunda metade da balada em Gamilaraay, lingua nativa dos Pama–Nyungan.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest