Rei do 'feat': as 10 melhores colaborações de Drake
Entretenimento

Rei do 'feat': as 10 melhores colaborações de Drake

Publicidade

Todo rapper colabora com outros, é um dos traços da música. Drake, que cola no Rock in Rio no dia 27/09, é provavelmente um dos mais prolíficos na causa: o cara tem música com todo mundo. Com amigos, ex-inimigos e rappers que viriam a ser inimigos. Ele tem todos os jogadores mais valiosos do game nas suas faixas ou já pulou na faixa deles. Então, resolvi juntar 10 músicas que GRITAM MAIS ALTO para você aproveitar um pouco alguns hits do canadense — ou que ele contribuiu com seu agradável sabor de xarope de bordo.

DRAKE: Os seis melhores remixes de 'Scorpion'

LEIA TAMBÉM: 25 músicas com mais de 1 bilhão de execuções no Spotify

Sicko Mode

Ponto alto do "Astroworld", um dos discos de trap mais fortes do ano passado, "Sicko Mode" é um som PESADÃO do Travis Scott. E é difícil não balançar a cabeça igual doido. A intro com Drake nela é fundamental. Lá para a metade da faixa ele está de volta em pleno sicko mode. Sinistro. 

'Going Bad'

Eu amo quando rappers deixam de brigar, viram amigos, fazem festas do pijama — bom, para os padrões do que deve ser uma festa do pijama de rappers — e criam músicas incríveis juntos, mostrando que a cultura sempre ganha ao nos unirmos. “Dividido a gente cai”, já dizia o sábio. Como ouvinte é uma honra ouvir Meek Mill de volta. E Drake está simplesmente à vontade. Rappers fazem muitas coisas só por dinheiro, mas essa eu sinto que teve coração envolvida. Pode me chamar de um dos últimos românticos do rap.

'Only'

Essa é um som do Nicki Minaj em que o Drake pulou com o Lil Wayne. Além de umas rimas ferozes de braggadocio, os três rimam brincando sobre os rumores de qual dos dois já pegou a Nicki. Drake tem um verso muito moleque-piranha. Uma das linhas dele é: “Eu nunca comi a Nicki porque ela já tem um homem / Mas quando isso acabar, eu sou o primeiro na linha".

'Who Do You Love?'

808, trap boys, gangsta shit. Eu estou muito dentro. Som brabo do YG. Drake não fica para trás um segundo — na real, se me perguntar, ele roubou essa featuring e levou para casa. 

'Lord Knows'

Eu AMO essa música. Esse beat do Just Blaze, cara. Típico beat de “volta olímpica”. Drake destrói de um jeito que essa é praticamente a licença dele para fazer música pop. Porque a gente sabe que ele sabe ir PESADO no rap. Quem pula no feat é o Rick Ross, para acabar de destruir, com todo o respeito, esse beat apoteótico. 

'Fucking Problems'

Essa é do A$AP Rocky — por boa cortesia do Drake. A faixa era pra ser do Drake. Ele inclusive é um dos co-produtores, ao lado do seu fiel escudeiro Noah 40. Além de Rocky e Drake, a faixa tem um verso final assinado por aquele que fica com os versos finais por sua grandeza descomunal: Kendrick Lamar. E o Drake deu o som pra ser lançado pelo Rocky. Uma época eu achava que isso tinha sido um baita gesto de gentileza, mas temos que lembrar o seguinte: se o Kendrick tem o melhor verso da música, é melhor que essa música não seja do Drake. Ser eclipsado no próximo som é o pesadelo dos rappers. Pro Rocky saiu de boa, como um dos maiores hits da sua carreira.

'Forever'

Drake era um baby no rap ainda aí nessa faixa. Para a trilha sonora do documentário “More Than a Game”, do LeBron James, ele foi chamado para chegar com um som. Resolveu chamar três cascas-grossa da indústria: o padrinho Lil Wayne, Kanye West e Eminem. A faixa foi eleita pelo Jay-Z como a “posse cut” (“som de banca”, em tradução livre) de 2009. E foi mesmo. Clássica.

'Poetic Justice'

Som do Kendrick em que o Drake colou. Faixa clássica no “Good Kid, MAAD City”, e provavelmente uma das últimas vezes em que veremos os dois colaborando. 

'Pound Cake / Paris Morton Music 2' 

Chamar o autoproclamado “best rapper alive” (mas alguém ousa discordar?) para uma feat é garantia de uma faixa clássica. Drake faz um verso, deixa Jay-Z mandar dois tiros e volta num outro épico. Sonzera.

'HYFR (Hell Yeah Fucking Right)'

Eu AMO essa música, cara. É a “vida rápida” dos rappers. Você tem uma das mais entrosadas e bem sucedidas duplas do gênero, Lil Wayne e Drake, indo com tudo em uma das melhores faixas do melhor disco do Drake (indiscutivelmente, ok?), “Take Care”. O refrão de Wayne virou gíria, camiseta… O hip-hop influenciando as ruas é novidade? Não! Mas a gente sempre gosta quando vê. Cai dentro na número 1 da lista:

Publicidade

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest