Rihanna lança linha de roupas íntimas e destina lucro para as vítimas do furacão Dorian nas Bahamas
Inspiração

Rihanna lança linha de roupas íntimas e destina lucro para as vítimas do furacão Dorian nas Bahamas

A cantora e empresária Rihanna, de 31 anos, é natural de Barbados, um país banhado pelo Caribe, assim como as Bahamas, que sofreu, recentemente, um desastre natural causado pelo furacão Dorian, de categoria 5. O episódio deixou milhares de desaparecidos, 45 mortos registrados até o momento e 70 mil desabrigados. Para ajudar as vítimas da tragédia, Rihanna criou uma linha exclusiva de roupas íntimas, lançadas pela sua própria grife de roupas, a Savage x Fenty. Parte do lucro da coleção será revertida para a Clara Lionel Foundation, organização sem fins lucrativos criada pela artista em 2012.

A ONG de Rihanna, que leva o nome de seus avós, Clara e Lionel Braithwaite, é voltada para apoiar e financiar projetos inovadores de educação e emergências sociais ao redor do mundo. O foco, no entanto, é em locais como Malawi e Senegal, na África, Barbados e outros países do Caribe.

Os itens da coleção exclusiva "Savage x Fenty for CLF" custam entre US$ 20 e US$ 50. Ao menos US$ 7 de cada peça será revertido para as vítimas do furacão Dorian nas Bahamas. "Comecei a Clara Lionel Foundation porque acredito que todos precisam ter uma vida melhor, com direito a saúde de qualidade, educação e auxílio a problemas emergenciais. Você pode nos ajudar com doações e contribuições comprando peças da Savage X Fenty, disponíveis agora", escreveu a cantora em uma publicação de seu Instagram pessoal neste domingo (8).

A linha exclusiva "Savage x Fenty for CLF" contém apenas quatro peças, todas em preto: uma camisola, dois pares de calcinhas e uma blusa.

Modelos posam com as peças da linha exclusiva 'Savage x Fenty for CLF', que terá uma parte dos lucros revertida para ajudar as vítimas do furacão Dorian, que atingiu as Bahamas/Reprodução/Instagram
Modelos posam com as peças da linha exclusiva 'Savage x Fenty for CLF', que terá uma parte dos lucros revertida para ajudar as vítimas do furacão Dorian, que atingiu as Bahamas/Reprodução/Instagram

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest