Rockfield: estúdio-fazenda onde o Queen gravou 'Bohemian Rhapsody' — e Rush, Oasis e Black Sabbath também fizeram história — é tema de novo doc
Entretenimento

Rockfield: estúdio-fazenda onde o Queen gravou 'Bohemian Rhapsody' — e Rush, Oasis e Black Sabbath também fizeram história — é tema de novo doc

Numa das cenas do longa "Bohemian Rhapsody" (2018), os integrantes do Queen chegam a uma fazenda no meio do nada e Roger Taylor (vivido pelo ator Ben Hardy) pergunta, espantado: "Estúdio de gravação?". "Bom, a ideia era ficar longe de todas as distrações", responde o empresário Paul Prenter (Allen Leech). Apesar do aspecto rústico, o local tinha um estúdio no porão onde o grupo acabou gravando, em 1975, a espetacular faixa que deu nome ao filme. Agora, o próprio Rockfield Studios virou filme: "Rockfield — The Studio On The Farm" vai mostrar quem passou e gravou nessa propriedade de dois irmãos galeses que produziam laticínios mas que resolveram "diversificar" os negócios. De um jovem Ozzy Osbourne, registrando demos de "Paranoid", do Black Sabbath, ao Sepultura e Robert Plant, passando por Rush, Oasis e Coldplay, gravações históricas saíram de lá.

Situado nos arredores de Monmouthshire, no sudeste do País de Gales, o Rockfield Studios surgiu como fazenda em 1963, quando os irmãos Kingsley e Charles Ward começaram no negócio de produção de laticínios. Mas eles queriam fazer algo diferente, como... música! Eram fãs de Elvis Presley, tinham trabalhado com o legendário produtor inglês Joe Meek (1929-1967), pioneiro em "sons espaciais" na Inglaterra. Então montaram um estúdio no sótão da casa, que começou a funcionar dois anos depois.

Sem nenhuma pretensão no início, eles se divertiam com os amigos fazendo gravações. Talvez, não imaginassem que, pouco tempo depois, era lançado o primeiro estúdio de gravação residencial independente do mundo.

Com direção de Hannah Berryman, o documentário traz entrevistas com a família — Kingsley e sua mulher Ann, agora com 80 anos, ainda estão no comando ao lado da filha Lisa — e com músicos que tiveram a experiência de gravar no local, como Dave Brock (do Hawkwind), Robert Plant, Chris Martin, Jim Kerr, The Stone Roses, Tim Burgess e outros.

O primeiro hit gravado no Rockfield Studios foi "I Hear You Knocking", pelo cantor e ator Dave Edmunds em 1970. A fama do local se espalhou rapidamente e começou a receber músicos de todos os cantos. O Rush gravou em três semanas "A Farewell to Kings" (1977) e "Hemispheres" entre junho e julho de 1978. As condições do estúdio, é claro, não tinham um padrão profissional de última geração, mas Geddy Lee o descreveu certa vez como "realmente descolado". E incidentes aconteciam, como quando a porta do estúdio não queria fechar e o guitarrista Alex Lifeson construiu uma maçaneta por conta própria.

Dave Edmunds foi um dos primeiros a gravar no estúdio-fazenda em Monmouthshire, Wales. Foto: Getty Images
Dave Edmunds foi um dos primeiros a gravar no estúdio-fazenda em Monmouthshire, Wales. Foto: Getty Images

O local abriga, na verdade, dois estúdios. O The Coach House, construído em 1968, e o The Quadrangle, que começou em 1973 e foi onde o Queen fez "Bohemian Rhapsody".

Outros artistas a gravar em Rockfield foram Judas Priest ("Sad Wings Of Destiny", 1976), Motörhead ("On Parole", 1979), Robert Plant ("Pictures At Eleven", 1982), Black Sabbath ("Dehumanizer", 1992) e Sepultura ("Chaos A.D.", 1993). Nos anos 2000, o estúdio foi ocupado pelo Coldplay ("Parachutes", 2000), Supergrass ("Life On Other Planets", 2002), Bullet For My Valentine ("Scream Aim Fire", 2008) e muitos outros.

"Rockfield: The Studio On The Farm" tinha data de estreia prevista para 16 de março e seria exibido no festival SXSW, em Austin, que foi cancelado por causa da pandemia de coronavírus.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest