Seis artistas novos comentam como tratam sua identidade LGBTQ no meio musical
Inspiração

Seis artistas novos comentam como tratam sua identidade LGBTQ no meio musical

A presença de LGBTQ+ dentro da cultura pop não é recente. Nomes do blues como Bessie Smith e Ma Rainey; David Bowie e Freddie Mercury no rock; e George Michael, Cher e Madonna no pop poderiam ter empunhado diferentes bandeiras queer. Atualmente, em um mundo que cada vez mais se adequa a estrelas, compositores e produtores de diferentes gêneros, o que era subversivo passou a ser apenas contemporâneo. Na era pós-internet, ser ou parecer gay pode ser uma importante estratégia de marketing.

O site "Vulture" conversou com seis músicos que contam como "saíram do armário" (ou não) para suas gravadoras e se seus estilos de vida já foram deliberadamente usados para alcançar um maior público. As visões e experiências são as mais diversas, mas eles compartilham uma visão: é uma situação complicada, mas que está melhorando.

1. MADAME GANDHI

Produtora e baterista, 30 anos, Nova York/Dubai

"Parece irônico, mas eu precisei pedir às pessoas para não colocarem o fato de eu ser queer à frente da minha identidade musical. Minha sexualidade e minha ascendência asiática vêm se destacando nos meus projetos mais recentes e vejo que que o mainstream está percebendo como é valioso flexibilizar a diversidade, seja o que for que isso signifique. Há casos em que se contrata um artista apenas por ser LGBTQ e não por sua arte."


2. SHURA

Cantora e compositora, 30, Hammersmith/Inglaterra

"Não contei de imediato que era queer para meu empresário, levei uns seis meses até comentar tipo 'A propósito, eu sou uma dessas pessoas'. A gravadora me colocou para trabalhar com uma gerente de projetos lésbica. Foi uma jogada inteligente, mas eu tenho conflitos em relação à comercialização de música sob essa ótica. Eu acho que, se é algo que vem com o artista, está OK. O problema é que as pessoas ficam obcecadas com as diferenças dos outros."


3. HAYLEY KIYOKO

Atriz, diretora e cantora, 28, Los Angeles, California

"Quando eu era mais jovem e era do grupo Stunners, achava que nunca seria notada pois não atraía os homens. Mas quando consegui impor meus termos e compor músicas próprias, consegui o controle da minha carreira, principalmente depois do vídeo ‘Girls Like Girls'. Eu tenho sorte porque a Atlantic Records, com quem assinei contrato, nunca questionou minha sexualidade. Eles apenas dizem que me amam como sou e adoram o que eu faço. Me tratam como uma artista, algo que eu sempre quis."


4. SHAMIR

Compositor e cantor, 24, Las Vegas, Nevada

"Até eu lançar 'On the Regular', o foco que era minha juventude. Depois, passou a ser minha sexualidade, me rotularam até de 'pós-gêreno'. Eu sou agressivamente queer, então nunca poderia me manter no armário. Então, só me preocupo com meu trabalho como artista, onde sou 100% honesto. A coisa chata sobre a representação queer na mídia de massa é que ela tende a ser unidimensional. Como se não pudéssemos ser múltiplos ou existir como qualquer outro artista."


5. JAMIE STEWART

Líder da banda Xiu Xiu, 41, Los Angeles, California

"Nossa primeira gravadora foi a Kill Rock Stars, onde artistas queer eram comuns, algo que não precisava ser explicado. Antes da Xiu Xiu, que começou em 2002, eu já era assumido e assim mesmo não me lembro de ter comentado isso com ninguém com quem trabalhei. Algumas pessoas da banda são gays e outras não, e acho que nunca houve nada calculado para se aproveitar disso. Somos quem somos e o mais importante para nós é a música."


6. G FLIP

Cantora e compositora, 24, Melbourne, Austrália

"Sou uma artista que, por acaso, é queer. Sempre falei com as gravadoras sobre música e não sexualidade, mas tenho certeza que elas tinham uma inclinação pelo assunto, afinal, minhas letras falam disso. São sempre assuntos sobre alguma namorada ou ex-namorada e eu faço questão de usar pronomes femininos. Eu não me sinto rotulada e, mesmo tendo um grande público LGBTQ , nunca vi isso sendo valorizado como forma de marketing."


Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest