Sentir arrepios durante shows é sinal de boa saúde, diz estudo
Tecnologia

Sentir arrepios durante shows é sinal de boa saúde, diz estudo

Publicidade

Associar arrepios a momentos prazerosos ligados à música agora tem explicação científica. Um estudo conduzido por Matthew Sachs e Robin Murphy, pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, descobriu o porquê de apresentações de música ao vivo causarem a sensação que levanta os pelos do corpo.

CONCENTRAÇÃO: Ouvir música pode aumentar o seu rendimento em exercícios físicos (e no trabalho)

LEIA TAMBÉM: Como a música afeta o seu humor, segundo a ciência

Segundo pesquisas anteriores sobre o fenômeno, fatores como aumento do tom, canto coletivo, intensidade lírica e intervalos harmônicos são decisivos para causar arrepios às pessoas. A novidade é que foi desenvolvida uma equação capaz de prever, de forma matemática, a chance dos arrepios acontecerem durante um show.

 Veja:  

P (arrepios) = FC (CS + DI + PA)

P (arrepios): chance de sentir arrepios durante uma performance ao vivo

FC: fatores cognitivos

CS: contexto social

DI: diferenças individuais

PA: propriedades acústicas

"Muitos estudos tentaram investigar o que causa a emoção que sentimos enquanto ouvimos música, mas isso geralmente ocorre em um ambiente de laboratório", diz Sachs em entrevista ao “The Independent”. "Nós nunca antes fomos capazes de explorar como múltiplos fatores influenciam na probabilidade de sentirmos arrepios em um contexto do mundo real”.

Após analisar cem pessoas nos festivais Reading e Leeds, ocorridos em agosto, no Reino Unido, Sachs e Murphy descobriram que 55% dos participantes experimentaram arrepios ao assistir a 45 minutos de performance de música ao vivo. Além de monitorar a resposta fisiológica de cada indivíduo, os pesquisadores também perguntaram aos voluntários sobre suas perspectivas de vida, bem como suas percepções físicas e mentais sobre a própria saúde.

Estar verdadeiramente conectado com a música ao vivo e sentir isso fisicamente tem um impacto na nossa sensação geral de bem-estar e humor

Os resultados mostraram que aqueles que ficaram arrepiados durante os shows dos festivais são mais criativos, generosos, positivos e têm melhor saúde física do que aqueles que não sentiram os pelos se eriçarem.

"As conclusões desse estudo são as primeiras a mostrar uma correlação entre diferentes traços de personalidade entre pessoas que experimentam arrepios", explica o professor Robin Murphy. "As evidências sugerem que estar verdadeiramente conectado com a música ao vivo e sentir isso fisicamente tem um impacto na nossa sensação geral de bem-estar e humor".

O experimento também mostrou que mais mulheres (55%) encontraram uma conexão emocional forte com as performances ao vivo do que os homens (46%).

As informações são do "Mixmag".

Publicidade

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest