Smokey Robinson e Berry Gordy  são celebrados em noite de homenagem a poetas negros e ao 'poder do amor'
Entretenimento

Smokey Robinson e Berry Gordy são celebrados em noite de homenagem a poetas negros e ao 'poder do amor'

Em comemoração aos 60 anos da gravadora Motown, a Ryan Gordy Foundation homenageou o fundador do selo, Berry Gordy, de 89 anos, e o cantor Smokey Robinson, de 79, durante um evento em Los Angeles, nos EUA, nesta segunda-feira (11). A festa aconteceu no hotel Waldorf Astoria Beverly Hills, e reuniu a presença de grandes nomes da música, como Lionel Richie, Sean Combs, os filhos de Michael Jackson, Paris e Prince, o atleta Magic Johnson e o produtor David Foster.

O evento organizado pela Ryan Gordy Foundation arrecadou US$ 250 mil para a construção de um centro de atividades e de tratamento para a população jovem. Inaugurada em 2017, a organização recebeu o nome do neto de Berry Gordy, Ryan, que faleceu em decorrência de uma leucemia aos 29 anos, em 2016.

Os filhos de Michael Jackson, Paris e Prince, entregaram o primeiro prêmio da noite, chamado de Power of Love, a Berry Gordy. "Nós honramos você e suas conquistas em vida no ramo da música e do entretenimento", disse Prince. "Apreciamos e amamos esse homem com todo o coração", completou Paris.

Smokey também subiu ao palco para prestar sua homenagem a Berry: "Você foi meu mentor, me motivou, me encorajou, foi meu confidente. Em resumo, você é meu melhor amigo, eu te amo".

Smokey Robinson e Berry Gordy durante o evento da Ryan Gordy Foundation, em Los Angeles/Getty Images
Smokey Robinson e Berry Gordy durante o evento da Ryan Gordy Foundation, em Los Angeles/Getty Images

"Esta noite me fez perceber como e porque o poder do amor é infinito", disse Berry em seu discurso de aceitação do prêmio. "Sempre fui a base para o sucesso da Motown. Aceito esse troféu em apreciação aos anos que estive com meu querido neto, Ryan. Ele me inspirou com seus pensamentos à frente do seu tempo, e com seu amor pela vida. Ele era um lutador que nunca desistia. Agradeço a todos que estão compartilhando o poder do amor nesta noite, muito obrigado." Berry, que completa 90 anos no próximo dia 28, deixou o palco dançando animadamente ao som de "Signed, Sealed, Delivered", de Stevie Wonder.

Depois, foi a vez de Smokey receber um troféu por sua carreira das mãos de Lionel Richie. "Smokey é meu herói", disse o cantor. "Quando nos conhecemos, ainda não sabia que ele era meu herói. Não conhecia nenhum famoso de perto. Não conhecia nenhum poeta negro. Ele falou comigo e me encorajou. O que Smokey sente por Berry é o mesmo que sinto por ele. Te amo, cara, obrigado por estar na minha vida e ser quem você é."

Smokey Robinson recebe prêmio por sua carreira das mãos de Lionel Richie/Getty Images
Smokey Robinson recebe prêmio por sua carreira das mãos de Lionel Richie/Getty Images

A diva da disco music Thelma Houston, 73 anos, e a ex-Supremes Mary Wilson, 75, encerraram a noite com performances arrebatadoras. Thelma cantou "To Be Loved", co-escrita por Berry Gordy, e seu hit imortal "Don't Leave Me This Way". Mary arrasou num medley de clássicos das Supremes antes de finalizar apoteoticamente com "Last Dance", grande sucesso na voz de Donna Summer (1948-2012).

Tags relacionadas:
EntretenimentoMotownR&BSoul

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest