Stephen Stills reúne Neil Young, Willie Nelson e Jack Black em concerto beneficente para fundação que ajuda no tratamento do autismo
Inspiração

Stephen Stills reúne Neil Young, Willie Nelson e Jack Black em concerto beneficente para fundação que ajuda no tratamento do autismo

Depois de dois anos da última apresentação, o músico Stephen Stills e sua mulher Kristen voltam a organizar mais um Light Up the Blues — Concert to Benefit Autism Speaks, que acontece no dia 30 de maio no Greek Theatre, em Los Angeles. Nesta sexta edição do evento beneficente, estarão no palco Neil Young, Willie Nelson, Lukas Nelson & Promise of the Real, Lucius e Fantastic Negrito, além de Stills e os filhos filhos Oliver e Chris. O apresentador é Jack Black, que participa desde o primeiro concerto da série, sempre com renda toda revertida à Autism Speaks, a maior organização de apoio a autistas e seus familiares dos Estados Unidos. "Não consigo imaginar fazer isso sem ele", disse Stephen à "Rolling Stone". Henry, um de seus cinco filhos, tem autismo.

O primeiro "Light Up the Blues" organizado por Stephen foi em 2013 no Club Nokia em Los Angeles. Desde então, foi ganhando maiores proporções até chegar ao Greek Theatre, que tem quase 6 mil lugares. "É uma progressão lógica para nós. Mas Neil [Young] me avisou: 'Seja grande demais e de repente tudo se transforma em algo que consome metade do seu ano'", disse Stephen.

 Stephen Stills, Neil Young e Chris Stills na edição de 2018 do "Light Up the Blues". Foto: Getty Images
Stephen Stills, Neil Young e Chris Stills na edição de 2018 do "Light Up the Blues". Foto: Getty Images

Neil já participou de vários "Light Up the Blues". O último, que foi em 2018 no Dolby Theatre, também teve apresentações de Burt Bacharach, Judy Collins, Sheryl Crow, Mike Campbell, Steve Ferrone e outros. É um evento tão grande que a família passou a fazer de dois em dois anos. "Neil parou por um ano atrás e disse: 'Vamos fazer isso em 2020' ”, lembrou Kristie. Stephen detalhou o momento: "Ele disse: 'Você fará isso e eu estarei lá. Se você precisar de alguma coisa, basta ligar". Além de se apresentar, Young também ajudou a fazer arranjos para a banda de country rock Lukas Nelson & Promise of the Real, que será a "banda da casa" na noite beneficente.

O show marca a primeira vez de uma apresentação de Stills e Young no Greek Theatre desde que Crosby, Stills, Nash & Young tocaram por sete noites em 1969. "Eu gostaria de ter aquele corpo de novo, com uma cintura de 70 centímetros", brincou Stephen. A apresentação será dedicada a Elliot Roberts, que morreu ano passado e foi empresário dos dois artistas. Leia mais sobre ele aqui.

O show também marca a primeira apresentação pública de Stills em mais de um ano. Ele decidiu entrar em férias desde o final de sua turnê de 2018 com Judy Collins. "Estou cansado de fazer turnês. Mas se puder ser pequena e de qualidade, eu faço", disse ele, que anda escrevendo algumas memórias para uma possível biografia. "O problema é o segundo em que me sento para escrever uma história, outra surge. Acabarei entregando aos editores um material tão longo que sofrerão um ataque cardíaco", brincou Stephen.

Sobre a escalação do "Light Up the Blues, Kristen comenta sobre a escolha de Fantastic Negrito, 52 anos: "Não fomos à lista das 40 melhores da parada para escolhê-lo, tem muito mais a ver com vibração. E há alguns anos, alguém me enviou um link de uma música dele e eu tive uma reação muito forte, realmente me comoveu". Nascido Xavier Amin Dphrepaulezz, Fantastic Negrito já ganhou dois Grammys na categoria Blues Contemporâneo e fez um show no Brasil ano passado.

Ela lembra também que o convite à banda de indie pop Lucius surgiu quando a viu ao vivo em um show em homenagem a Joni Mitchell ano passado. "Foi a primeira vez que os vi se apresentar e fiquei impressionada. Imediatamente pensei que tinha que dar um jeito de chamá-los para o evento", contou.

Ainda há detalhes sendo pensados e talvez mais nomes a serem convidados, mas é certo que artistas de diferentes espectros do autismo também se apresentem no show. Will Breman, revelado no programa "The Voice", é um dos confirmados. "Queremos que essas pessoas talentosas se apresentem ao lado de alguns dos grandes nomes que as pessoas conhecem", diz Kristen.

Todo dinheiro arrecadado com a venda de ingressos e doação de cachês será destinado à instituição Autism Speaks, presente em 27 cidades americanas. "Arrecadamos dinheiro para eles usarem como acharem melhor. Temos toda a confiança no mundo de que isso estará vinculado aos programas de pesquisa, legislação, advocacia e serviços que eles achem que precisam de mais atenção. Temos a maior fé neles", diz Kristen.

Angela Geiger, presidente da Autism Speaks, destacou na ocasião do concerto de 2018, como a instituição é agradecida à família Stills, Jack Black e a todos os artistas envolvidos. "Os fundos arrecadados por meio desse concerto extraordinário irão alimentar a missão da Autism Speaks e ajudar a melhorar vidas hoje e acelerar um espectro de soluções para amanhã", disse.

A Autism Speaks foi fundada em 2005 e se dedica a promover soluções para as necessidades de indivíduos com autismo e suas famílias. Entre algumas conquistas, já conseguiu um aumento de US $ 3 bilhões no financiamento federal autorizado à pesquisa para autismo, a criação de um dos maiores bancos do mundo de dados genômicos de autismo de acesso aberto e alcançou mais de 18 milhões de pessoas, que receberam informações e recursos gratuitos sobre autismo.

Tags relacionadas:
InspiraçãoAutismoShow

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest