'Stranger Things': cantora Ingrid Michaelson lança álbum totalmente inspirado na primeira temporada
Inspiração

'Stranger Things': cantora Ingrid Michaelson lança álbum totalmente inspirado na primeira temporada

A cantora e compositora Ingrid Michaelson acaba de lançar seu novo álbum. O trabalho, intitulado 'Stranger Songs', é inspirado na série 'Stranger Things'. Mas não esperem versos sobre controle da mente ou o 'Mundo Invertido' e seus habitantes monstruosos. A nova-iorquina preferiu se inspirar em temas mais humanos, como o amor na adolescência e a relação entre mãe e filhos.

A cena que despertou Ingrid para escrever e gravar inspirada na série da Netflix foi quando, na primeira temporada, Joyce (Winona Ryder) tenta se comunicar com Will (Noah Schnapp), seu filho desaparecido. Para isso, ela pendura luzes de Natal na parede e pinta letras embaixo de cada uma. "Eu perdi meus pais recentemente e havia algo realmente comovente para mim sobre a ideia de conversar com alguém através de luzes de Natal", diz a cantora.

Uma cena com Winona Ryder inspirou a cantora novaiorquina a gravar um disco dedicado à série
Uma cena com Winona Ryder inspirou a cantora novaiorquina a gravar um disco dedicado à série

Ingrid transformou a cena em um poema que ela enviou para seu namorado, o ator Will Chase. "Ele disse: 'Parece que isso é para sua mãe e seu pai.' E eu respondi que sim, mas que também era sobre 'Stranger Things', o que o deixou surpreso", conta. "E então eu pensei: 'Se isso me motivou a escrever poemas, talvez eu deva transformá-los em letras e então, em um disco!", concluiu.

O disco tem 11 faixas - referência à personagem Eleven (Millie Bobby Brown) - e traz uma fortíssima influência dos anos 1980. Época, aliás, em que se passa a série que estreou a terceira temporada no início de julho. Pode-se perceber claras referências do pop de Cyndi Lauper em 'Young and in Love' e do soft rock do Foreigner em 'Hey Kid'.

A cantora diz que os parceiros Sam de Jong (Muse, Marina and The Diamonds), Katie Herzig e Alex Hope (Years & Years, Troye Sivan) a ajudaram a "se apoiar na nostalgia" sem exageros. Mas aprender a trabalhar em parceria tem sido um longo processo: "Quando eu era mais jovem, não queria compartilhar nada, tinha um sentimento muito forte de propriedade sobre a minha música. Agora, acho ótimo ter gente nova comigo, alguém que consegue virar sua cabeça ou desviar você para outros caminhos", conta Ingrid que lembra que o álbum 'Lights Out', de 2014, foi marcante para essa mudança. "Eu precisava da ajuda, me sentia realmente esgotada. Eu sabia o que queria dizer, mas não queria que fosse da maneira de sempre. Então mergulhei em parcerias com pessoas em quem eu realmente confiava e foi uma experiência muito prazerosa", lembra.

Ingrid diz que aprendeu a trabalhar em parceria nos últimos anos. Crédito: Getty Images
Ingrid diz que aprendeu a trabalhar em parceria nos últimos anos. Crédito: Getty Images

Para 'Stranger songs', Ingrid fez uma lista de regras para que os colaboradores permanecessem fiéis às histórias do programa. Como "Missing You', que até pode ser encarada como uma declaração a algum ex, mas é sobre o triângulo amoroso entre Nancy (Natalia Dyer), Steve (Joe Keery) and Jonathan (Charlie Ross Heaton).

A única faixa que foge da história é 'Best Friend', que dá asas às teorias de fãs pela Internet. Os versos sugerem uma atração romântica entre Nancy e sua amiga Barb (Shannon Purser), que foi devorada pelo Demogorgon na primeira temporada. 'É basicamente uma música de fan fiction. Me pareceu que Barb estava apaixonada por Nancy e eu imaginei que seria legal mostrar uma história por trás disso", conta.

Os criadores de 'Stranger Things' aprovaram e até deixaram que a cantora usasse o mesmo tipo de letra do programa na capa do álbum que foi gravado e lançado antes da estreia da terceira temporada. "Eu vou ver a recepção desse trabalho e, quem sabe, me animo a fazer uma parte dois?", sugere.

Paralelamente ao lançamento do novo álbum, Ingrid dá suas últimas pinceladas na adaptação de "Diário de uma Paixão" romance de Nicholas Sparks que virou filme com Ryan Gosling e Rachel McAdams em 2004, para a Broadway. O musical tem no elenco Vanessa Hudgens e Jelani Alladin. "Tem sido muito comovente. Tenho trabalhado nisso nos últimos dois anos e só tinha ouvido as músicas de minhas próprias demos. Ouvir esses atores incríveis cantarem... Eu tenho que ter uma caixa de lenços de papel a cada momento!", diz.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest