Supergrass está de volta à estrada depois de dez anos da separação
Entretenimento

Supergrass está de volta à estrada depois de dez anos da separação

O Supergrass sempre esteve entre as bandas mais talentosas do britpop. Se não fossem as prováveis diferenças criativas, eles poderiam ter prolongado a carreira até hoje. De qualquer forma, a notícia boa surgiu em 2019, quando Gaz Coombes e seus companheiros Danny Goffey, Mick Quinn e Rob Combes anunciaram que estariam de volta à estrada após uma ausência de dez anos.

O aguardado retorno aconteceu essa semana no The Barrowland Ballroom, em Glasgow, na Escócia. E foi justamente com "Caught By the Fuzz", o single de estreia de 1994, que a noite começou. Mais de um quarto de século depois, a música ainda captura perfeitamente a emoção e o perigo de adolescentes zoando pelas ruas à noite. Segundo a crítica do "The Scottish Sun", "o single levou a plateia a um frenesi desde o primeiro segundo. Os vocais uivantes quase foram abafados quando o refrão foi cantado por quase 2 mil fãs".

O vocalista Gaz, 43 anos, disse em entrevista ao "Oxford Mail" que a separação da banda em 2010, durante a gravação de "Release The Drones", sétimo álbum que foi descartado, teve seu preço. "Precisávamos dessa distância para esquecer um pouco da dor", justificou, alertando os fãs que essa volta, no entanto, não significa novas músicas. "Não quero descartar nada, mas isso não faz parte. Só estou pronto para fazer esses shows", avisou.

 Gaz Coombes e Mick Quinn no show em Dublin da turnê que volta a reunir o Supergrass. Foto: Getty Images
Gaz Coombes e Mick Quinn no show em Dublin da turnê que volta a reunir o Supergrass. Foto: Getty Images

Parece que as tais "diferenças musicais" realmente ficaram para trás, pois pelo set de 90 minutos, pareceu que os rapazes nunca haviam estado separados. O texto publicado no "The Guardian" chama a atenção para a inclusão de faixas como "Mary", "Richard II", "Moving", "Time" e "Mansize Rooster" no repertório. "Elas apontaram uma forte inclinação para a primeira metade da discografia de Supergrass, como se contassem sua própria história: a luta da banda para encontrar um significado mais profundo à medida que os bons tempos gradualmente cessam".

Ao vivo, o Supergrass é mais pesado e feroz do que qualquer banda britânica da época. Performance atestada pelos fãs que deliraram com "Bad Blood", de "Diamond Hoo Ha", último álbum de 2018, e "She's So Loose", de "I Should Coco", álbum de estreia de 1995 que foi o mais vendido pela Parlophone desde que os Beatles lançaram "Please Please Me" em 1963.

A turnê segue pela Europa até março e segue para os Estados Unidos em abril. Aproveitando a boa recepção do retorno da banda, a BMG lançou em janeiro a coletânea "The Strange Ones 1994-2008". O CD tem 22 faixas e marca os 25 anos do lançamento de "I Should Coco".

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest