Taylor Swift, Beatles, Prince e outros artistas que lutaram para ter o controle de suas próprias músicas
Inspiração

Taylor Swift, Beatles, Prince e outros artistas que lutaram para ter o controle de suas próprias músicas

O sonho de todo artista é ter o controle sobre sua obra. Mas ainda hoje muitas gravadoras têm o poder de prender seus músicos a contratos exclusivos. Veja sete deles que lutaram - ou ainda lutam - bravamente por seus direitos:

The Beatles

Todo mundo já ouviu casos sobre os valores exorbitantes que são cobrados para se usar legalmente uma canção dos Beatles. O negócio lucrativo, no entanto, ainda não está nas mãos de Paul e Ringo nem dos herdeiros de John e George. Seis anos depois de lançarem "Please Please Me", a gravadora Northern Songs foi vendida para a ATV Music. John Lennon e Paul McCartney tentaram um acordo em vão. Em 1985, o próprio Paul comentou com Michael Jackson como que a compra da gravadora poderia ser um negócio lucrativo. O astro pop não hesitou e a comprou por US$47.500 milhões - entre as mais de 4 mil músicas arrematadas, 250 eram dos Beatles. Mais tarde Jackson juntou-se à Sony e vendeu metade de sua parte na ATV. Depois de sua morte em 2009, a empresa comprou o restante. Há dois anos, Paul McCartney entrou com um ação para tentar resgatar algumas masters originais acionando a lei americana que dá direito aos artistas de resgatarem suas músicas das editoras após 35 anos.

The Beatles
The Beatles

Prince

Prince foi um um dos principais nomes da música pop a lutar para ter o controle sobre suas próprias músicas. Quando achavam que a mudança de seu nome para um símbolo impronunciável era excentricidade, ele estava protegendo os direitos sobre seu catálogo. "Contratos com gravadoras são como escravidão. Eu diria aos jovens para não assinarem nenhum", falava o ídolo, que chegou a aparecer num show com a palavra "escravo" escrita nas bochechas em protesto contra a Warner Bros. Em 1996, ele conseguiu os direitos de lançamentos futuros e, em 2004, fez um acordo para lançar dois novos discos em troca de suas primeiras masters.


Prince
Prince

Taylor Swift

A cantora reacendeu um novo debate sobre direitos autorais quando viu seus primeiros álbuns caírem nas mãos de Scooter Brown. Empresário de nomes como Justin Bieber e Ariana Grande, ele comprou a Big Machine Label Group, gravadora onde Taylor começou carreira aos 15 anos. Agora, é a Ithaca Holdings que é dona dos primeiros seis discos da cantora. Em seu Tumblr, ela falou da frustração de tentar ser dona de sua própria música por anos sem sucesso. Uma das propostas que recebeu foi a de assinar um novo contrato com a BMLG que só trocaria a propriedade de um álbum antigo a cada novo lançamento. "Eu caí fora porque sabia que, assim que assinasse um contrato desses, Scott Borchetta (antigo dono da BMLG) venderia a gravadora e, com ela, iriam eu e meu futuro. Tive que fazer a escolha dolorosa de deixar meu passado para trás", diz Taylor.


Taylor Swift
Taylor Swift

Kesha

Kesha está em guerra com o produtor Dr. Luke há cinco anos. Além de pedir os direitos de sua música, a cantora o acusou, em 2004, de estupro e abusos verbais, físicos e emocionais, o que ele nega totalmente. Kesha entrou com liminares para poder gravar fora de seu contrato enquanto o processo não fosse concluído, mas não obteve sucesso. Os advogados da gravadora apelaram, mostrando que "sem a intervenção da justiça ou a flexibilidade da gravadora Sony, Kesha fica obrigada a gravar três álbuns, cada um com seis faixas produzidas por Luke, não importa quantos anos leve". A apelação foi recusada e a cantora continua presa ao contrato com Luke.


Kesha
Kesha

Iggy Azalea

A rapper australiana parece ter tido mais sorte nas questões autorais. Ano passado ela deixou a Island Records depois de apenas seis meses na gravadora - seu EP, “Surviving the Summer”, foi totalmente ignorado pela major. A comemoração foi imediata no Twitter: "Você tenta tão desesperadamente entrar em uma gravadora... nunca pensei que fosse ficar tão feliz em estar fora de uma. Agora estou livre para fazer o tipo de música que gosto, do jeito que quiser!". Em novembro, duas semanas depois de anunciar sua "liberdade", Iggy surpreendeu ao dizer que assinou um contrato de US$ 2.700 milhões com a Empire. "Estou tão animada em começar um novo capítulo em minha carreira! A possibilidade de ter o controle sobre meu futuro artístico é algo que queria há muito tempo e uma mudança radical na minha vida", disse a rapper.


Iggy Azalea
Iggy Azalea

JoJo

Aos 12 anos, JoJo assinou um contrato de sete álbuns com a Blackground Records. Um sonho que, dava para prever, se tornou pesadelo para a cantora. "Eu e minha mãe tínhamos a certeza que aquilo era normal e nosso advogado assegurou que eu estaria protegida. Nós não sabíamos de nada, minha mãe não tinha experiência na indústria musical", conta. O sucesso estrondoso do álbum de estreia em 2004, seguido por "The Right Road", de 2016, não foi suficiente para evitar problemas com a gravadora, que a colocou na geladeira. Ela não conseguia lançar um terceiro disco nem ser liberada para gravar em outro lugar. Depois de lançar faixas gratuitas em 2010 e 2012, finalmente conseguiu se libertar do contrato em 2013, quando assinou com a Atlantic Records. Há dois anos, ela criou a Clover Music, uma join venture com a Interscope, conseguindo os direitos sobre sua própria música.



JoJo
JoJo

Lil' Kim

A rapper do Brooklyn pensou que, ao deixar a Atlantic Records em 2008, conseguiria maior controle sobre sua música. Só que, quando passou a trabalhar com a dupla Trackmasters, não foi “tratada como parceira”, disse em uma entrevista. Os produtores Poke e Tone tomaram medidas legais contra Kim. "Fomos ao tribunal por meses, a situação seguiu assim por mais de um ano. As pessoas me perguntavam: 'Onde está a música?' Eu não podia fazer nada pois estava sob restrições judiciais", conta. A rapper disse que foi um período em que não conseguiu compor nem gravar. "Não podia sequer me mexer até que a situação fosse resolvida. Agora está tudo 100%", garante Kim.


Lil´Kim
Lil´Kim

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest