Tenacious D, banda de Jack Black, tem histórico com Foo Fighters, na TV e no cinema
Entretenimento

Tenacious D, banda de Jack Black, tem histórico com Foo Fighters, na TV e no cinema

Publicidade

A cota de ator-músico desta edição do Rock in Rio foi devidamente preenchida por Jack Black. Mais conhecido por filmes cheios de música como O Amor é Cego, que estrelou com Gwyneth Paltrow, "Escola de Rock", de Richard Linklater, e "Alta Fidelidade", baseado no romance de Nick Hornby, o humorista é um dos nomes por trás do Tenacious D. Ao lado do fiel escudeiro Kyle Gass, Jack se apresenta no palco Mundo no dia 28 de setembro. Canções do duo, como "Beelzeboss" e "Kickapoo" podem até ser desconhecidas do grande público, mas eles conquistaram um monte de gente legal. Do Pearl Jam aos Foo Fighters, passando pelo Tool e pelo Beck: o Tenacious D já abriu muito show por aí.

ROCK IN RIO: Quem é H.E.R, cantora revelação do R&B que tem fãs como Rihanna e Alicia Keys

LEIA TAMBÉM: Dave Matthews Band: 9 músicas que refletem sobre a vida no mundo moderno

A ligação com os Foo Fighters vai além dos palcos. Jack, Kyle e Dave Grohl ficaram amigos após o líder da megabanda americana assistir a um show do Tenacious D no lendário Viper Room, em Los Angeles, no fim dos anos 1990. A relação se desenvolveu a ponto de Dave gravar a bateria do disco de estreia, batizado de "Tenacious D", de 2001, e de o duo aparecer no clipe de "Learn to Fly". Dave também participou dos outros dois discos da banda e ainda fez uma ponta no filme “Tenacious D: Uma Dupla Infernal”, de 2006, interpretando o diabo. Até hoje, vira e mexe, os três são vistos tocando juntos por aí. Ou seja: vamos torcer por uma participação especial do vocalista dos Foo Fighters no show dos amigos.

Mas antes mesmo de lançarem o primeiro disco, o duo cheio de letras engraçadinhas e performances debochadas já havia aparecido no cinema — meio pelo qual Jack Black é mais conhecido — em filmes como "Malucos por Natureza" (1996), "O Pentelho" (do mesmo ano, com Jim Carrey e Matthew Broderick, dirigido por Ben Stiller), "Bongwater" (1997), "O Poder Vai Dançar" (de 1999, ao lado de Bill Murray e John Cusack) e "Mulher Infernal" (2001). Também em 2001, estrelaram uma série de comédia de três episódios na HBO batizada de… “Tenacious D”. Produzido por Bob Odenkirk (sim, de "Breaking Bad" e "Better Call Saul") e David Cross (o Tobias Fünke, de “Arrested Development”), o programa mostrava a busca do grupo pelo "inspirato", uma força criativa cósmica, enquanto os dois integrantes se envolviam em altas confusões, bem ao estilo narrador de “Sessão da Tarde”. A série virou cult, fez fãs fervorosos, e a dupla excursionou por inferninhos dos EUA. A gravadora Epic ganhou um verdadeiro leilão para lançar o tal primeiro disco, que estreou em 33º nas paradas americanas. Nada mal para quem nasceu da zuêra.

 Em 2001, já com a carreira, digamos, consolidada, o duo saiu em sua segunda turnê nacional, tocando em locais significativamente maiores e lotando várias noites. Desde então, lançaram outros dois discos, "The Pick of Destiny", em 2006, e "Rize of The Fenix", em 2012. 

Publicidade

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest