Tubarão Baixada conta como foi gravar na casa de Snoop Dogg: ‘Tem um cassino lá dentro’
Entretenimento

Tubarão Baixada conta como foi gravar na casa de Snoop Dogg: ‘Tem um cassino lá dentro’

Filho de um violonista, Tubarão Baixada cresceu em Marapé, na Baixada Santista, ouvindo o pai tocar bossa nova, samba e MPB. Da convivência com o pai, teve a grande referência para escrever e se tornou, ele mesmo, um compositor, só que de outro gênero: o rap. Com uma carreira ao lado da banda Conexão Baixada, o ano de 2019 começa para ele com a realização de um sonho: cantar ao lado do rapper americano Snoop Dogg. Os dois assinam juntos "Tirando Onda em L.A.", música gravada na cidade americana de Los Angeles, onde mora Snoop.

"Como ele gosta muito do Brasil e tem muito respeito pelo nosso país, aceitou, mas colocou uma condição: que a gente teria que ir até lá para gravar o clipe", conta Tubarão, cujo nome de batismo é Joseff Gomes.

Os dois se conheceram graças a amigos em comum. Tubarão estava buscando parcerias nos EUA e, por intermédio de contatos em Nova York, chegou até Snoop. A paixão do astro pelo Brasil — onde foi gravado o clipe do hit "Beautiful", com Pharrell — foi um facilitador.

As filmagens aconteceram dentro da casa do rapper, em Los Angeles, em novembro do ano passado. "A gente teve um espaço muito legal para gravar, lá dentro tem uma quadra de basquete, um cassino. Foi uma honra enorme ter gravado com um rapper do tamanho dele. Me trouxe muita alegria", disse o brasileiro.

Foi o próprio Snoop Dogg que compôs sua participação na faixa. O rapper americano até se arrisca no português com um carregado "obrigado". No clipe, Tubarão também aparece passeando pelas ruas de Los Angeles. A gravação durou dois dias, mas, ao todo, o rapper ficou quase duas semanas na cidade. Ele diz que não conseguiu passear muito, já que decidiu terminar de escrever a letra de lá mesmo.

"Eu tinha feito uma parte dela aqui no Brasil, mas queria escrever o final lá. Como eu ainda tinha o clipe para gravar, acabei ficando mais no hotel. Mas uma das coisas que me deixou bastante surpreso foi de ver como o rap é presente lá. Em qualquer lugar que você vá, está tocando rap. A nossa música é valorizada lá e aqui a gente está lutando para um dia ser dessa forma".

Tubarão não descarta a possibilidade de um dia os dois apresentarem a faixa ao vivo. “A gente já pensou em elaborar essa vinda dele, mas está em fase de negociação. Se um dia ele estiver no Brasil, a gente vai fazer algo juntos com certeza”.

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest