Vovó punk: Viva Hamnell, 88 anos, aderiu ao movimento na década de 70 e ainda faz shows
Inspiração

Vovó punk: Viva Hamnell, 88 anos, aderiu ao movimento na década de 70 e ainda faz shows

O nome dela não poderia ser outro: Viva Hamnell. Aos 88 anos, ela escapou de todos os estigmas sociais associados à idade. Mesmo quase nonagenária, a britânica segue ativa no meio musical que escolheu: o punk. Autoproclamada "a senhora mais velha do punk", Viva não pretende parar tão cedo e já têm fãs por todo o mundo.

Ao enfrentar o fim de um casamento, Viva tinha 45 anos quando se apaixonou pelo movimento, que começava a surgir, na década de 1970. Os Sex Pistols foram os responsáveis por fazê-la trocar o emprego diurno que tinha como sinalizadora de trânsito na região da Cornualha para formar sua própria banda, The Bricks, com amigos e o filho, Simon, na época com 21 anos.

Viva Hamnell em registro feito para o documentário sobre a sua vida / Foto: Divulgação
Viva Hamnell em registro feito para o documentário sobre a sua vida / Foto: Divulgação

"O punk simplesmente despertou algo dentro de mim. Por eu ser tão mais velha e ainda trabalhar como sinalizadora, nós recebemos muita atenção da mídia. Mas a verdade é que eu não tinha nem um talento: eu não sabia cantar — e isso não parecia importar naquela época", contou a roqueira, em entrevista ao "Mirror". A carreira começou graças a um amigo que tinha uma guitarra e sugeriu que ela e outra amiga pudessem fazer os backing vocals. "Três semanas depois nós estávamos fazendo shows", contou à "BBC".

Na mesma época a polícia levou Viva ao tribunal após acusá-la por plantar maconha no quintal. Ela foi absolvida alegando que não sabia o que as plantas eram. "Eu nunca fumei. Achava que eram tomateiros velhos." Em 2013, ela teve sua história contada em um curta-documentário cujo mote era “como ser uma rebelde aos 82”.

A vovó do punk lembra que a banda costumava fazer até cinco shows por semana em clubes, pubs e festivais. "Eu era a única sóbria no grupo, então eu dirigia a van. Normalmente eu deixava todo mundo em casa às 4h da manhã", diz.

No fim de semana retrasado, a "vovó do punk" se apresentou no Bangers & Mashup festival, na Inglaterra, ao lado de outras bandas cujos integrantes poderiam ser, com facilidade, seus netos.

A banda The Bricks, com Viva, surgiu quase que 'do nada' / Foto: Arquivo
A banda The Bricks, com Viva, surgiu quase que 'do nada' / Foto: Arquivo

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest